Cachorro sobrevive após ser sugado por bueiro durante forte chuva em Francisco Sá

1

Um cachorro de raça não definida sobreviveu após ser sugado por um bueiro em Francisco Sá, no Norte de Minas. O caso foi registrado no Bairro São Jorge durante uma forte chuva que atingiu a cidade na terça-feira (5).

Grande, como o cão é chamado, tentava atravessar uma rua alagada, mas a força da enxurrada o levou direto ao bueiro. A cena foi registrada por moradores, que também ficaram impressionados com o caso. “Eu estava retornando para casa por causa da chuva. O Grande me seguia e quando ele foi sugado foi um susto enorme. O pior é que não podíamos entrar no bueiro, tinha o risco de infecção”, lamenta a gari Tecília de Sousa Silva.

Tecília de Sousa diz que algumas pessoas que viram a cena acreditavam que Grande havia morrido, mas ele surpreendeu a todos cerca de 20 minutos depois o acidente. “Aquele bueiro vai até a outra quadra. Momentos depois ele apareceu no mesmo local, me procurando. Eu estava em uma verdureira e ele chegou todo molhado e cansado. Foi uma alegria só. Deus é muito grande, Ele é maior”, vibra a tutora do cãozinho.

Grande já recebe o carinho em casa — Foto: Tecília de Sousa/Arquivo Pessoal

História de amor

A gari explica que não sabe a idade correta que Grande tem atualmente, mas afirma que a cumplicidade entre ela e ele não tem barreiras. “Ele apareceu em frente minha casa há dois anos. Logo eu o adotei. Todos os dias ele me segue no trabalho e fica o dia inteiro comigo. Só volta para casa quando eu volto”.

Depois do enorme susto, o carinho dela para o cachorrinho só aumentou. “Já dei um banho nele e ele está deitado no quintal. Deve estar cansado devido ao que passou”.

Chuva em Francisco Sá

A chuva que surpreendeu moradores de Francisco Sá causou alagamentos em ruas, além de quedas de árvores. A Avenida Getúlio Vargas e outras diversas vias ficaram intransitáveis. Moradores registraram a situação e se surpreenderam com a força da água após meses de estiagem.

Rua Reduzina Ribeiro foi tomada pela água da enxurrada em Francisco Sá — Foto: Secretaria de Desenvolvimento Social/ Divulgação

1 Comentário

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui