Fábrica que explodiu em Nova Serrana e deixou 2 mortos não tinha alvará de funcionamento e localização, diz Prefeitura

0
Explosão causou incêndio na fábrica em Nova Serrana; perícia vai averiguar as causas — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

A empresa em que duas pessoas morreram após uma explosão registrada na tarde desta terça-feira (16), não tem alvará de funcionamento e nem de localização, segundo informações da Prefeitura que foram repassadas ao G1. O advogado da empresa Jonathan Vitor também conversou com a reportagem e informou que o dono da fábrica disse a ele que tinha a documentação. O nome fantasia da fábrica “Atacadão do Chinelo” também não foi encontrado nos registros de alvará do Executivo.

O Corpo de Bombeiros ainda trabalha na ocorrência na noite desta terça e informou que não averiguou a situação da documentação da empresa, como o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB), que precisa estar dia. O AVCB é o documento emitido pelos militares que certifica que o local tem condições de segurança contra incêndios e desastres. A corporação acredita que o fogo pode ter sido iniciado após uma explosão ocorrida na cozinha.

Duas pessoas que estavam na fábrica morreram no local e um jovem, de 20 anos, teve 90% do corpo queimado e foi levado para o Hospital João XXIII, em Belo Horizonte. Segundo familiares que estavam no local contaram à equipe da TV Integração, as vítimas fatais tinham 16 anos. Um dos adolescentes trabalhava na empresa e o outro estava no local visitando um amigo.

 

O Corpo de Bombeiros conversou com o G1 e informou que há divergências sobre as idades das vítimas. No registro dos militares as idades das vítimas fatais estão descritas como 17 e 19 anos.

Explosão

De acordo com os militares, a empresa que fica no Bairro Jardim Padre Libério tem 14 funcionários que estavam em horário de almoço quando ocorreu a explosão seguida de um incêndio. As chamas consumiram boa parte do estabelecimento.

Os bombeiros acreditam que o fogo pode ter sido iniciado após uma explosão ocorrida na cozinha, mas apenas a perícia vai poder relatar sobre o que realmente provocou o acidente. Os outros trabalhadores saíram sem ferimentos.

A perícia da Polícia Civil foi ao local para descobrir as causas da explosão. A assessoria de comunicação da polícia, informou que repassaria novas informações sobre o ocorrido até a manhã de quarta-feira (17).

 

Corpo de Bombeiros realiza rescaldo de incêndio na fábrica em Nova Serrana — Foto: Graciele Soares/G1

Atendimento médico

A vítima que ficou ferida foi inicialmente atendida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhada para o Hospital São José. Em seguida, pela gravidade dos ferimentos, o jovem foi levado pelo helicóptero Arcanjo 04, do Corpo de Bombeiros para o Hospital João XXIII, na capital mineira. O Hospital disse por telefone que não repassa informações sobre vítimas assistidas na unidade.

Os bombeiros informaram ainda que o incêndio foi controlado e até o início da noite estava sendo realizado procedimentos de ventilação e rescaldo do ambiente.

Assistência às famílias

O advogado Jonathan Vítor disse ao G1 que a empresa está prestando toda assistência necessária às famílias das vítimas. Mais informações sobre o ocorrido só serão emitidas após a perícia da Polícia Civil, segundo o representante da fábrica.

 
Incêndio foi registrado em fábrica de calçados em Nova Serrana — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui