Vereador de Mateus Leme é preso por suspeita de ligação com quatro homicídios

0

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) prendeu na manhã desta terça-feira (23) o vereador Reginaldo Teixeira Rodrigues da cidade de Mateus Leme, na região metropolitana de Belo Horizonte, em operação que apura a ligação do político em quatro homicídios ocorridos entre os anos de 2004 e 2019. Ele também é suspeito de envolvimento em outros três crimes. A operação acontece em oito endereços atrelados a Reginaldo, entre eles em imóveis de familiares que são alvos de cumprimento de mandados de busca e apreensão por agentes da corporação – a Polícia Civil recolheu, até o momento, R$ 15 mil em dinheiro. 

À frente da investigação, a delegada Lígia Barbieri Mantovani declarou que o inquérito a respeito da morte ocorrida em 2004 está encerrado. O documento encaminhado à Justiça aponta, segundo ela, o indiciamento do político pelo crime. Outros inquéritos referentes a dois dos outros homicídios ainda estão em aberto. Ainda não se sabe qual o grau de ligação de Reginaldo Teixeira com os crimes cometidos, sabe-se apenas que todos os três homicídios estão associados a queima de arquivo e tráfico de drogas.

Procurada por telefone, a irmã de Reginaldo declarou não ter informações sobre a prisão dele e logo em seguida desligou. A reportagem também tentou falar com o número de celular disponível no perfil do político no site da Câmara de Mateus Leme, mas o aparelho está fora de área. Um e-mail foi encaminhado para o endereço eletrônico do político, entretanto não houve retorno. 

O político cumpre o último ano de seu segundo mandato como vereador do município da região metropolitana. Eleito pela primeira vez há oito anos, ele chegou a ser presidente da Câmara de Vereadores de Mateus Leme. Apesar de na página do município constar que Reginaldo Teixeira Rodrigues é ligado ao Partido Trabalhista Cristão (PTC), o presidente do diretório em Minas Gerais, Anselmo José Gomes Domingo, declarou que o vereador deixou o partido há muito tempo.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui