Nove cidades de Minas Gerais podem ter segundo turno nas Eleições 2020

0
Eleitores votam por meio da biometria em diversas cidades — Foto: Renata Igrejas/Inter TV

Nas Eleições 2020, nove cidades de Minas Gerais poderão ter segundo turno na disputa para prefeito, caso nenhum dos candidatos alcance 50% mais um dos votos válidos no primeiro turno. A informação foi divulgada, nesta quinta-feira (6), pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de MG.

São elas: Belo Horizonte, Uberlândia, Contagem, Juiz de Fora, Montes Claros, Betim, Uberaba, Ribeirão das Neves e Governador Valadares.

Essas cidades têm mais de 200 mil eleitores, e a previsão para realização de segundo turno, nesses casos, está no artigo 29 da Constituição Federal.

Maior colégio eleitoral do Brasil

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou, nesta quarta-feira (5), dados do eleitorado brasileiro para as Eleições 2020. Segundo o TSE, o Brasil tem 147.918.483 eleitores aptos a votar este ano.

Minas Gerais continua sendo o segundo maior colégio eleitoral do país, com 15.889.559 eleitores, 1,26% a mais que nas últimas eleições municipais, em 2016, quando contava com 15.692.484 eleitores.

Nas últimas eleições municipais eram oito municípios com possibilidade de segundo turno: Belo Horizonte, Uberlândia, Contagem, Juiz de Fora, Betim, Montes Claros, Uberaba e Governador Valadares.

Ele foi realizado na capital mineira, em Contagem, Juiz de Fora e Montes Claros. Naquele ano, Ribeirão das Neves não estava na lista porque tinha menos de 200 mil eleitores.

Eleições 2020

O primeiro turno das eleições para prefeito e vereador será no dia 15 de novembro. O segundo turno, caso seja necessário, ocorrerá no dia 29 de novembro.

O Distrito Federal e Fernando de Noronha (PE) não participam das eleições municipais. E os eleitores brasileiros que estão registrados para votar no exterior também não participam desse pleito, uma vez que o voto em trânsito ocorre somente nas eleições gerais.

Diante das medidas sanitárias adotadas a partir da pandemia causada pelo novo coronavírus, a Justiça Eleitoral decidiu excluir o uso da biometria como meio de identificação nas eleições deste ano.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui