PC investiga espancamento de garota de 17 anos por 8 rapazes em Teófilo Otoni

0

O espancamento de uma adolescente de 17 anos por seis homens e dois menores de idade é investigado pela Polícia Civil de Teófilo Otoni, no Vale do Mucuri. O caso ocorreu no último dia 12 de agosto, mas foi divulgado nesta terça-feira (18). 

O crime teria ocorrido porque a garota brigou com a avó de 91 anos, em data anterior, e a empurrou. A idosa caiu e quebrou a bacia, precisando ser socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Os agressores, então, teriam espancado a vítima como forma de “punição”. 

Em imagens gravadas pelos agressores, é possível ver a vítima sendo espancada pelos homens com várias pauladas. A adolescente fica pedindo para os agressores pararem, e os suspeitos dizem: “Cansou de apanhar? Você mais nunca vai bater em gente idosa. Vai bater em gente idosa, vai?”. 

O local onde o crime ocorreu, no bairro Santo Antônio, é conhecido por intenso tráfico de drogas e domínio dos traficantes, inclusive com coação dos moradores a ficarem calados e não darem informações sobre o crime. Com isso, a polícia tem dificuldades de conseguir testemunhas do espancamentos. 

“Nós identificamos as pessoas que estavam no vídeo, sendo seis maiores de 18 anos e dois adolescentes. No entanto, há suspeita da participação de outras pessoas – sendo que o ex-namorado da vítima seria o mandante do crime e um primo dela teria participado da ação também”, conta o delegado Washington de Souza Filho. 

Após as agressões, a vítima foi levada a um hospital da cidade, onde disse que teria caído e não contou sobre o espancamento. No entanto, no domingo (16) começaram a circular em redes sociais imagens do crime que foram gravadas e divulgadas pelos próprios suspeitos. 

Apesar da identificação dos agressores, eles não puderam ser presos de imediato porque já havia passado o flagrante. No entanto, a polícia deverá pedir a prisão deles nos próximos dias. Inicialmente, eles podem ser indiciados pelos crimes de tortura, associação para o crime e corrupção de menores. 

A vítima foi retirada da cidade e levada a um hospital de outra cidade por questões de segurança. “Nunca tinha visto cenas tão repugnantes na nossa cidade como as agressões mostradas nesse vídeo”, conclui o delegado. As agressões da adolescente à idosa serão investigadas no mesmo inquérito sobre o espancamento a pauladas. 

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui