Zema anuncia obras viárias em todo o Estado, com investimento de R$ 100 milhões

0
Anúncio aconteceu durante pronunciamento nesta terça-feira (25)

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), anunciou nesta terça-feira (25) o início e retomada de oito obras viárias em todo o território estadual. Os trabalhos acontecerão em diversas regiões, com investimento aproximado de R$ 100 milhões e recursos do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) e da Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge).

Entre as obras em fase de conclusão, estão a do Anel Viário de Sete Lagoas, na região Central de Minas, e a do acesso ao distrito industrial de Jacutinga, no Sul do Estado.

Já as obras que terão início são as do contorno sul de Uberlândia, no Triângulo Mineiro, ligando a BR-050 à MG 407; do contorno de Cataguases, na Zona da Mata, criando acesso à BR-120; das vias laterais do contorno sul de Montes Claros, Norte, promovendo ligação entre as rodovias BR-135 e BR-365; ligação da BR-040 à MG-353 em Goianá, na Zona da Mata; e a pavimentação da MG-135 entre as cidades de Antônio Carlos, na região Central, e Bias Fortes, na Zona da Mata. 

Os trabalhos serão realizados pelo  Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) com o apoio das secretarias de Estado de Infraestrutura e Mobilidade, de Planejamento e Gestão e de Governo.

“Depois de cinco meses dedicados à pandemia, o Estado começa a ter de se preocupar com a pauta investimentos e empregos. Lembrando que a pandemia já demonstrou queda nos últimos seis dias, de casos e óbitos, e tudo indica que o pico está ficando para trás, os próximos dias devem deixar essa tendencia mais nítida. Além de salvar vidas, precisamos salvar e criar empregos”, declarou o governador.

O secretário de Estado de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato, informou que a expectativa é de, além das melhorias nos locais, as obras tragam benefícios econômicos. “Agora nossa missão é acompanhar para que as obras sejam entregues no menor tempo possível e gerem benefícios para a economia, que nos estimamos que sejam da ordem de 3600 empregos gerados e mais de R$ 20 milhões de impostos nos municípios beneficiados”, afirmou. 

A expectativa de Romeu Zema é de que as obras, por se tratarem de serviços de menor porte, sejam concluídas ainda neste mandato. “Para mim, é muito satisfatório estar com uma pauta que trata de futuro, que trata de geração de empregos, de desenvolvimento. É lógico que a pauta da pandemia continua sendo prioridade, de salvar vidas, mas não podemos deixar de lado o desenvolvimento do nosso Estado”, concluiu.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui