Idoso é preso suspeito de estuprar menina de 11 anos em Ribeirão das Neves

0

Um idoso de 70 anos foi preso nesta terça-feira (1º), em Ribeirão das Neves, na região Metropolitana, suspeito de cometer abusos sexuais contra um menina de apenas 11 anos. O homem é namorado da avó da garota e o crime estaria ocorrendo há pelo menos um ano. O suspeito não nega que tenha abusado da garota, mas afirma que a menina o provocava.

De acordo com o cabo Warlen Dias, do 40º Batalhão da Polícia Militar, a menina rebate a versão do suspeito e diz que os abusos aconteciam na casa do idoso. “Ela disse que ele tocava o seu corpo nu, as partes íntimas e que ele a presenteava com doces e balas. Este senhor ficou sabendo que ela estava passando mal, correu e se prontificou a levá-la ao hospital. Disse que ele não paga passagem e pra família deixar por conta dele, uma história de cobertura, claro”, explicou o cabo.

No ônibus, na volta do hospital, a menina também relatou ter sofrido novos abusos. “(Abusos) como passar a mão em suas partes genitais, nas pernas. Ele ainda a ameaçou dizendo que se ela chegasse em casa e comentasse sobre qualquer atentado desses a qualquer familiar, a vida da mãe dela seria ceifada e ela estaria com aquilo na consciência. Dizia que a morte da mãe seria culpa da criança”, disse o militar.

A mãe da garota, visivelmente abalada com toda a situação, não quis conversar com a reportagem. A menina vai passar por exames médicos e o Conselho Tutelar também foi acionado para acompanhar o caso.

Suspeito diz que menina o provocava

Sem negar que cometia abusos sexuais contra a menina, o idoso de 70 anos disse que errou, mas colocou toda a culpa na garota. Na versão do suspeito, o caso estaria ocorrendo há cerca de seis meses e a garota o provocava colocando filme pornô na televisão da sala quando eles estavam sozinhos. 

“Um velho da minha idade, faltou realmente aquele espírito de não deixar as coisas acontecerem. Ela chegava lá, pegava o controle e ligava a televisão no canal 274, pornô. Eu falava: o que é isso aí? E ela respondia: ah, vô, caiu aí. E aquilo foi rendendo. Aí começou os garra, a gente deitava em uma esteira no chão e ela subia em cima de mim”, contou o suspeito. 

O homem conta que com o passar do tempo a “relação” foi evoluindo até que ocorresse o sexo de fato com a criança. Ele também que não se arrepende do que fez, mas que está disposto a pagar pelo crime.

“Não tem como um cara da minha idade transar com uma menina de 11 anos perfeitamente. Arrepender é uma palavra que todo mundo usa, mas eu não vou usar. Eu vou pagar pelo que eu fiz”, explica. 

O suspeito foi levado para a Delegacia de Plantão de Ribeirão das Neves, onde a ocorrência vai ser encerrada.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui