Lula diz que Bolsonaro converteu o coronavírus em ‘arma de destruição em massa’

0

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) divulgou nesta segunda-feira (7) um vídeo em que lê uma carta aberta aos brasileiros. Nela, o petista afirma que o governo de Jair Bolsonaro (sem partido) “converteu o coronavírus em uma arma de destruição em massa” e subordinou o Brasil aos EUA “de maneira humilhante”.

Diz ainda que a nomeação de “centenas de militares” para cargos estratégicos faz parte de uma “escalada autoritária” que lembra “os tempos sombrios da ditadura”.

No pronunciamento, Lula discorre sobre variados temas, do financiamento do SUS à Amazônia, do que considera sucateamento da Petrobras ao “furor privatista” do governo, da violência da polícia contra os negros no Brasil à perseguição de “pesquisadores, professores” e artistas.

Diz que “as eleições de 2018 jogaram o Brasil em um pesadelo que parece não ter fim”. E afirma: “Nessa empreitada árdua, mas essencial, eu me coloco à disposição do povo brasileiro, especialmente dos trabalhadores e dos excluídos”.

Apesar de Lula hoje não poder se candidatar, já que foi condenado e está sem seus direitos políticos, a iniciativa está sendo interpretada como uma mensagem de que, caso a situação seja revertida na Justiça, ele concorrerá, sim, à Presidência da República em 2022.

Lula inicia a carta afirmando que “uma tristeza infinita vem apertando o meu coração”.

https://www.instagram.com/tv/CE2CFRinQ7n/?utm_source=ig_embed

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui