Mulher é esfaqueada pelo ex-namorado um dia após pedir medida protetiva, em BH

0

Uma mulher de 30 anos foi esfaqueada pelo ex-companheiro, de 41 anos, e está internada em estado grave no hospital Risoleta Neves, na região de Venda Nova. O crime ocorreu na noite desta segunda-feira (31), no bairro Jardim Atlântico, na Pampulha. A filha do homem, de 16 anos, presenciou a facada. A vítima tinha pedido medida protetiva contra o suspeito no último domingo (30). 

De acordo com a Polícia Militar, o casal tinha terminado recentemente, mas o homem não aceitava o fim do relacionamento de 6 anos. Por diversas vezes ele tinha tentado reatar com a vítima que estava sentindo medo de conversar com ele por causa de várias ameaças sofridas.

Nesta segunda, o suspeito pediu, mais uma vez, para os dois terem uma conversa e buscou a mulher no trabalho. Como já estava com medo, a vítima pediu a filha do ex- companheiro, de 16 anos, para acompanhá-la.

Os três saíram de carro e, no caminho, o suspeito voltou a pedir para que o relacionamento fosse reatado, mas a mulher não quis e ele começou a ficar agressivo. Próximo a orla da Lagoa da Pampulha, o homem se revoltou e deu uma facada na barriga da ex. 

A vítima e a adolescente começaram a gritar por socorro e testemunhas flagraram o homem segurando a mulher ferida pelo pescoço e pediram que ele a soltasse. Segundo as testemunhas, o suspeito alegou que iria socorrer a vítima, mas como não havia certeza que ele faria isso, as testemunhas pediram que ele soltasse a mulher que ficou caída ao solo. 

As testemunhas relataram que não sabiam se o homem pretendia sufocar a vítima. O suspeito não fugiu do local e nem pegou a faca novamente. Ele foi preso e encaminhado para a Polícia Civil junto com a faca utilizada no crime. Aos policiais, o agressor disse que teve um ataque de fúria e esfaqueou a ex, mas que tinha se arrependido e que queria socorrê-la. 

A mulher foi socorrida ao hospital, ela contou aos policiais que constantemente era ameaçada e que no domingo fez um pedido de medida protetiva contra o ex. Ela disse ainda que os dois moraram juntos por 6 anos e tinham se separado há alguns meses. A mulher foi levada ao bloco cirúrgico em estado grave.  A perícia da Polícia Civil esteve no local do crime e o caso será investigado. 

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui