Pai é preso após estuprar e engravidar a própria filha de 13 anos, em Curral de Dentro

0
Adolescente foi estuprada por mais de 15 vezes. Foto meramente ilustrativa

Um homem de 38 anos foi preso, pela Polícia Civil, nesta terça-feira (1), por ter estuprado e engravidado a própria filha, de 13 anos, em Curral de Dentro, no Norte de Minas Gerais. Uma irmã da vítima, e enteada do suspeito, também foi estuprada pelo homem. A menina de 13 anos teve o aborto autorizado pela Justiça.  O homem foi indiciado por estupro de vulnerável com agravante de parentesco com a vítima. Ele pode pegar até 25 anos de prisão pelos crimes. 

De acordo com a Polícia Civil, a filha do suspeito fez um boletim de ocorrência na cidade de Petrolina, em Pernambuco, onde ela mora com a mãe, após descobrir que estava grávida e desejar abortar a criança.  A Justiça da cidade autorizou o procedimento, que já foi realizado. 

A Polícia Civil de Pernambuco começou a investigar o caso e depois passou para Minas Gerais a continuidade das investigações. No inquérito foi descoberto que a adolescente tinha convivido com o pai apenas nos primeiros anos de sua vida e que se mudou logo para Petrolina com a mãe. Ela mantinha contato com o pai pelo telefone e pediu para passar as férias com ele.

“Os pais se separaram e ela foi morar em Petrolina com a mãe, mas sempre mantinha contato telefônico com o pai e tinha muita vontade de reencontrá-lo. Em umas férias ela veio realizar o sonho de ver o pai e no início tudo ocorreu normalmente, mas depois o pai começou a abusar dela e depois de muitas vezes ter sido abusada, ela insistiu para ir embora”, contou o delegado Alessandro Lopes. 

O pai não queria deixar a menina ir embora, mas depois de muita insistência ela conseguiu voltar para Petrolina. O próprio suspeito a levou de ônibus. Quando a adolescente descobriu que estava grávida, ela contou para a mãe sobre o crime. A menina disse à polícia que o pai aameaçou de morte ela e os familiares dela, caso ela não tivesse relações sexuais com ele. A vítima contou ainda que nunca tinha tido relações sexuais com ninguém. 

Os abusos aconteceram em 2016 e o caso foi acompanhado pelo Conselho Tutelar de Pernambuco e pela polícia do Estado, mas só foi repassado para a polícia mineira em 2018, quando começou a ser investigado e agora foi concluído.  “As vítimas foram ouvidas em Petrolina e os depoimentos encaminhados para Minas. Fizemos coletas de provas e conseguimos confirmar o crime”, complementou o delegado.  

A enteada que também foi abusada é filha mais velha da ex-mulher do suspeito e irmã da vítima de 13 anos. Essa enteada foi abusada quando criança, na época que a mãe dela morava com o homem. Ela só contou sobre os abusos, após as revelações da irmã. 

O suspeito, que já tinha passagens por furto, tráfico de drogas, posse ilegal de armas, maus tratos e lesão corporal foi preso e encaminhado ao sistema prisional. Ele negou qualquer abuso contra as meninas. O homem está preso no presídio de Bocaiuva, também no Norte de Minas. 

Abortos 

A Justiça autoriza o aborto em caso de estupros, de gestação que apresenta risco para a mãe ou bebês com diagnóstico de  anencefalia (cérebro não formado). 

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui