Moradores acham ‘trilha’ de carne crua supostamente envenenada em rua de BH

0
Moradores encontraram pedaços de carne expostos na rua Castro Menezes

Uma ‘trilha’ de carne crua encontrada no início desta semana na rua Castro Menezes, no bairro Santa Maria, na região Noroeste de Belo Horizonte, preocupou moradores e tutores de animais que vivem no local. Suspeitando que os alimentos estivessem envenenados com chumbinho, eles recolheram o material e vão registrar um boletim de ocorrência.

“Não sabemos quem fez isso, nem o motivo. Mas queremos que o caso seja apurado e, se comprovado, o responsável seja penalizado”, declarou a analista de crédito Flávia Silva Barbosa, de 40 anos. “Saí pela manhã para a academia e vi os pedaços de carne espalhados. Eu achei estranho e mandei uma mensagem no grupo do bairro. Os vizinhos disseram ser chumbinho. Estamos preocupados”, afirmou a amante dos animais.

A Polícia Militar foi acionada, mas, segundo a Flávia, nenhuma viatura compareceu. “Recolhi algumas amostras para levar à delegacia. Os outros pedaços joguei fora”, contou. Os moradores não souberam dizer a quantidade exata de carne encontrada no local, mas disseram que foi ‘o suficiente para encher um pote’.

Boa convivência

Enquanto a reportagem estava no bairro, vários moradores apareceram com seus cães ou gatos pela rua. 

“A gente vive bem aqui, os animais também se dão bem. Não acho que tenha sido alguém daqui que tenha feito isso”, disse a dona de casa Maria Lis Bretas Pereira. 

Crimes

Desde o fim de setembro, a pena para quem maltratar animais foi aumentada para de dois a cinco anos de reclusão do agressor, além de multa e proibição da guarda. A Lei 14.064 foi sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro e já está em vigor.

Além disso, desde 2012 a Agência Nacional de Vigilância Sanitária  (Anvisa), proibiu a venda do chumbinho. 

“Espero que aqui não tenhamos um novo caso Sansão. Aqui estamos de olho e protegendo nossos animais”, finalizou Flávia.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui