PM encontra droga escondida em escola pública, em Belo Horizonte

0
Drogas apreendidas em escola pública de BH — Foto: Polícia Militar/Divulgação

A Polícia Militar encontrou drogas escondidas dentro da Escola Estadual Professor Hilton Rocha, em Belo Horizonte. A unidade fica no bairro Primeiro de Maio, na Região Norte da cidade. Uma denúncia levou os militares ao local na noite desta segunda-feira (5).

Segundo a PM, um homem foi torturado por uma dívida com traficantes do bairro. Ele levou pauladas na cabeça, no braço e um tiro em uma das mãos, depois de ser acusado pelos criminosos de ter roubado entorpecentes.

O pai dele recebeu os policiais na própria casa e contou como o crime teria acontecido com o filho. Em seguida, o homem acompanhou os militares até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Norte, onde a vítima recebia atendimento. O rapaz teria chegado ao local com a ajuda de um vizinho.

Diante da presença da PM, a vítima confessou que tinha envolvimento com o tráfico de drogas e foi vítima de tortura. Ele decidiu denunciar a facção criminosa e relatou aos policiais que parte do material costumava ser deixada na escola.

Viaturas da PM seguiram para o local denunciado e pediram ao zelador para acompanhar as buscas no prédio. Um homem foi encontrado próximo ao local indicado pela vítima de tortura. Ele alegou que havia entrado na escola para dormir, mas foi reconhecido pelos militares em outra ocorrência, momentos antes. Pai e filho que denunciaram o esconderijo confirmaram o envolvimento do rapaz como “olheiro” do tráfico.

No local, apontado como de difícil acesso pela PM, foram encontrados um pote de plástico com material semelhante à maconha, 11 barras, 1.172 buchas e 58 porções da mesma droga, 926 pinos de cocaína, 44 balas de calibre 9mm e R$ 31.

Retaliação

De acordo com o boletim de ocorrência, o homem considerado como “olheiro” disse ao pai da vítima que o filho dele estava errado. Que ele foi “passar pano” para o rapaz e quase morreu também. A expressão “passar pano” tem a conotação de defender alguém.

Durante o registro da ocorrência, a PM foi informada pela vítima que a mãe dele estava sendo ameaçada. Dois homens apareceram em uma moto e disseram para a mulher que as duas filhas dela e toda a família seriam assassinadas.

A polícia foi até a casa de dois suspeitos de comandar o tráfico na região do bairro Primeiro de Maio, fez buscas, mas não encontraram ilegalidades. Os homens não foram encontrados.

O rapaz baleado foi levado para a delegacia, junto ao homem encontrado dentro da escola e mais uma mulher, suspeita de repassar aos criminosos a localização da polícia durante os trabalhos de busca.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui