Suspensão do recesso parlamentar em janeiro irrita líderes no Congresso

0

A possibilidade de suspender o recesso parlamentar em janeiro para votar reformas do governo federal tem deixado deputados irritados com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). A coluna conversou com parlamentares mineiros no Congresso que contaram que essa ideia é rechaçada no baixo clero e lideranças. 

Membros do grupo de apoio ao líder do PP na Casa, Arthur Lira (AL), dizem até mesmo que isso tem sido visto como uma estratégia de Maia para conseguir manter proximidade com os políticos já de olho na eleição para a escolha da nova Mesa Diretora do Legislativo, que ocorre em fevereiro de 2021. 

 

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui