Bandido que empurrou e deixou PM em estado grave morre após ser baleado em BH

0
Militar foi levado para o Risoleta, mas precisou ser transferido para o Hospital de Pronto Socorro João XXIII

O homem de 19 anos que deu uma rasteira e empurrou um militar de uma escada no aglomerado Vila Biquinhas, região Norte de Belo Horizonte, morreu após ser baleado por policiais na noite dessa terça-feira (3). O bandido apontou um revólver calibre 38 em direção aos agentes de segurança antes de ser atingido. 

De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, após a agressão ao cabo, Eduardo Rodrigues da Silva, fugiu e escondeu-se em um porão. Quando os policiais chegaram ao local, o homem apontou a arma e, por defesa, a equipe atirou primeiro. 

O jovem foi socorrido consciente, com lesões no tórax e braço, e encaminhado ao Hospital Risoleta Tolentino Neves, onde o óbito foi constatado pelos médicos. 

Ainda conforme a corporação, o homem tinha orifícios de entrada e saída, o que impossibilitou saber o número de disparos. 

Silva tinha nove registros policiais por envolvimento com o tráfico de drogas e usava tornozeleira eletrônica. 

Com ele foram apreendidos um revólver calibre 38, seis munições intactas e 43 buchas de maconha. A corregedoria da corporação acompanhou o registro da ocorrência. 

Os militares que participaram da ação foram recolhidos ao batalhão e tiveram as armas apreendidas. O caso ficará a cargo da Justiça Militar. 

Militar ferido

Uma equipe do 13° Batalhão fazia uma operação no aglomerado quando avistou o homem com uma sacola nas mãos. 

Os policiais foram atrás dele que, ao chegar em uma escada, empurrou o policial. 

O cabo caiu de uma altura de aproximadamente dois metros. Ele teve um corte posterior na cabeça, hemorragia, perdeu a consciência e teve convulsões. 

O militar também foi levado para o Risoleta, mas precisou ser transferido para o Hospital de Pronto Socorro João XXIII, onde passou por cirurgia e segue internado. 

O caso foi registrado na Delegacia de Plantão 4 (Deplan).

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui