Bruno Gagliasso diz: “Sou um racista em desconstrução”

0
Bruno Gagliasso lembra ofensas a Titi e diz: ‘Sou racista em desconstrução’

Via Uol

Bruno Gagliasso acredita que, apesar de ser pai de duas crianças negras e militar contra o preconceito, se considera ainda um “racista em desconstrução”. Ele relembrou quando, em 2017, teve de sair em defesa da filha, Titi, depois de ela sofrer ofensas nas redes socias.

O ator disse, em entrevista ao canal de YouTube “Fala, Célio!”, que a sociedade ainda está longe do ideal em relação ao racismo e que os ataques à filha são prova disso. Ele afirma que, como pai, nunca havia pensado em passar pela situação.

Bruno Gagliasso, Giovanna Ewbank e a filha,  com o filho, Bless TitiImagem: Reprodução/Instagram

“Você disse que [fui] como um leão [para defender a filha], mas o que eu fiz foi o mínimo como cidadão, como pai e como ser humano e como cidadão que prega igualdade, respeito, e que quer que as pessoas evoluam. O que fiz foi o mínimo em respeito à minha família e à minha filha”, disse.

Em 2017, Bruno prestou queixas, na Delegacia de Repressão a Crimes de Informática, no Rio de Janeiro, contra ataques racistas à filha. A socialite Day McCarthy havia publicado, no fim de semana anterior, um vídeo em que chamava a menina de “macaca horrível”.

“Estamos mais perto, mas ainda muito longe [da igualdade racial]. A maior prova disso é o que nossos governantes pregam e falam. Ontem, teve uma passeata de nazistas a favor do presidente dos EUA [Donald Trump]. É a luta de todos”, defendeu o ator, que acredita que o racismo possa ser combatido por meio da educação.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui