Filha do cantor Belo pode ficar presa por até oito anos por golpes eletrônicos

0

A filha caçula do cantor Belo, Isadora Alkimin Vieira, de 21 anos, pode ser condenada a até oito anos de prisão por supostamente integrar uma organização criminosa especializada em golpes eletrônicos. A jovem foi presa na última quarta-feira (11), durante uma operação da Delegacia de Combate às Drogas (DCOD), no Rio de Janeiro.

De acordo com a polícia, Isadora poderá ser indiciada por organização criminosa. Contudo, caso o inquérito aponte participação em outros delitos, a pena pode ser aumentada. Na quinta-feira (12), da defesa da filha de Belo pediu a soltura da jovem. O benefício foi negado.

Além disso, a Justiça carioca também converteu a prisão de temporária para preventiva. Outra mulheres que participariam do esquema ilegal também foram detidas.

Golpe

O faturamento da quadrilha com os golpes está estimado entre R$ 600 mil e R$ 1 milhão por mês. Segundo as investigações, as mulheres que faziam parte do bando criminoso induziam as vítimas a repassarem dados bancários e entregarem seus cartões a motoboys, que também eram parte do esquema.

Em entrevista ao jornal O Globo, o cantor disse que foi surpreendido pela notícia e que está muito triste.  ‘Falei com ela semana passada por telefone e ainda perguntei de tudo, da faculdade e tal. Dei sempre todo suporte como pai, pensão, faculdade, educação e amor. Me sinto muito triste e quero ser respeitado nesse momento’, disse. 

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui