Cruzeiro precisa de 100% de aproveitamento para subir, diz matemático

0

A 30ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro não foi nada boa para o Cruzeiro. Além do empate diante do Avaí em 1 a 1, na sexta-feira (18), equipes que também brigam pelo acesso venceram suas partidas. Por isso, as chances de subir para a Série A são muito baixas. O time celeste precisa de um aproveitamento de 100%, de acordo com o matemático Moacir Martinéz e, ainda torcer por derrotas dos adversários. 

“O que sempre um time tem que fazer, quando você está galgando um andar superior, é pontuar e torcer pros dois times que estão em confronto direto, não pontuarem. É o que não aconteceu porque o Cruzeiro só fez um ponto e o Cuiabá três, o Juventude também três, então isso dificultou mais ainda”, avaliou o matemático. 

De acordo com a projeção do matemático, o Cruzeiro precisa, para se classificar, de, no mínimo, 64 pontos. Para conseguir esse número, a equipe celeste tem que vencer todos os próximos oito jogos. Mas chegar aos 64 não é garantia de acesso. 

“Se o Cruzeiro fizer as oito vitórias, ele está garantido na Série A? Não, porque ele vai fazer 64, o máximo que ele pode. Ele tem que pontuar e os dois que estão na disputa não pontuarem. Por exemplo, mesmo que o Cruzeiro ganhasse do Avaí, ia dar no mesmo, porque o Juventude ganhou e o Cuiabá também ganhou. Ele tem que fazer ponto a ponto”, ressaltou Moacir. 

Por ser um campeonato atípico, por conta da pandemia, o Cruzeiro pode contar com a “sorte” de enfrentar times desfalcados por causa da Covid-19 ou até jogadores que tenham contraído a doença, mas não tenha retomado ainda a plena forma física. 

“Os times estão desfalcados. Não tem torcida e pode ser que tenha alguma alteração nestes jogos diretos contra o Sampaio Corrêa, Juventude e Cuiabá. São pontos preciosos. De repente, alguns desses times começam a jogar muito mal, perde muito, acontece algum imprevisto, mas não é o normal”, afirmou o matemático. 

O Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) também faz previsões em relação às chances de acesso. De acordo com a UFMG, o Cruzeiro tem apenas 4,1% de probabilidade de subir para a primeira divisão. 

Já em relação ao rebaixamento para a Série C, o matemático garante que o Cruzeiro já se livrou. “Ele tá totalmente livre. Vai pegar o Oeste, que já está rebaixado, então não tem como o Cruzeiro cair. Daqui a pouco vai ficar tão claro, porque ninguém vai ter mais dúvidas. O andar superior fica mais difícil”, concluiu Moacir

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui