Gari que trabalhava como entregador e teve moto furtada faz ‘vaquinha’ online

0
Motocicleta foi roubada no bairro Palmeiras

O gari que trabalhava a noite como entregador de aplicativo e teve a motocicleta furtada no mês passado, não conseguiu recuperar o veículo até então. Com as prestações da motocicleta vencendo, ele resolveu criar uma “vaquinha” online para tentar comprar uma nova moto e continuar trabalhando. 

Rafael Gomes, de 25 anos, trabalha de manhã recolhendo lixo e a noite trabalhava como entregador de aplicativo. A luta é para sustentar a mulher, que está desempregada, e o filho de seis anos. Além disso, o casal também está à espera de mais um bebê. 
A renda dele foi comprometida no último dia 24 quando a moto que ele usava no trabalho noturno foi roubada e o deixou desesperado. O veículo ainda nem foi pago. 

“Com muito custo eu consegui comprar a moto em outubro e, com um mês e pouco de uso, ela foi furtada. Eu estava coletando lixo no Buritis, deixei minha moto estacionada no bairro Palmeiras (ambas na região Oeste de Belo Horizonte) e ela foi roubada”, contou o gari. Segundo ele, o seguro do veículo estava agendado para dois dias após o dia do furto. Um boletim de ocorrência foi registrado na Polícia Militar, mas a motocicleta ainda não foi encontrada.  

Agora ele criou a vaquinha com o intuito de comprar outra motocicleta para continuar trabalhando e quitar o pagamento do veículo que foi furtado. O dinheiro das entregas vão ajudar na renda da família. O gari quer arrecadar R$ 7.000 e 75% do valor foi levantado até agora. Para ajudar CLIQUE AQUI

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui