‘Intolerância religiosa’, diz padre após furto da imagem de Maria em presépio de Belo Horizonte

0
Presépio montado na Igreja São Geraldo em Belo Horizonte — Foto: Dario da Silva/Arquivo pessoal

Todo ano a Igreja São Geraldo, no bairro Cabana Pai Tomás, na Região Oeste de Belo Horizonte, monta o presépio para celebrar o nascimento de Jesus. Neste ano, por causa da pandemia de Covid-19, a entrada da paróquia foi o local escolhido para evitar a aglomeração. Porém, nesta segunda-feira (30), um fato surpreendeu os fiéis: a imagem de Maria sumiu.

“As pessoas estão tristes. Por que só pegaram Maria? Acredito em intolerância religiosa porque a presença de Nossa Senhora Aparecida na Igreja Católica é causa de muita crítica. Outras religiões não aceitam Maria como mulher especial. Entre todas as mulheres, ela encontrou graça diante de Deus. Está na Bíblia. Alguns não aceitam que ela intercede por nós. E sim, ela pede ao Filho”, contou o padre Dário Ferreira da Silva.
Imagem de Maria é furtada em igreja de Belo Horizonte — Foto: Dario da Silva/Arquivo pessoal

O padre acredita que a imagem tenha sido furtada na madrugada de domingo (29), mas só foram perceber o ocorrido na segunda-feira. Como nenhuma testemunha viu o crime, não é possível saber quem foi.

Ainda de acordo com o padre Dário, assim que soube do furto ficou muito abalado e não quis procurar a polícia, mas nesta quinta-feira (3) decidiu que vai fazer o boletim de ocorrência e esperar que a pessoa que pegou devolva a imagem.

“O presépio é a expressão maior enquanto imagem do Natal do Senhor. O nosso foi feito com muito capricho. Vamos continuar em oração. Compreendo a dor dos fiéis, pois foram desrespeitados na fé. Não perco a esperança e vamos fazer um Natal bonito neste tempo de pandemia. Natal é esperança, é vida. Vamos celebrar com a presença de Maria, José e Jesus no presépio. Vamos rezar e pedir a interseção de Maria”, disse.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui