Temporal derrubou árvores em Betim, e previsão é de mais chuva no fim de semana

0

A forte chuva que atingiu Betim, na região metropolitana de BH, nesta quinta-feira (17), assustou a população, mas não deixou tantos rastros de destruição. O volume de chuva no município foi de 21 milímetros e as regiões mais afetadas foram Guanabara e Teresópolis.

Na rua do Rosário, no bairro Angola, uma árvore caiu sobre uma residência causado danos na estrutura. Equipe da Defesa Civil  e da Guarda Municipal compareceram no local e constataram a necessidade de remoção da família. Dois adultos e uma criança foram conduzidos para residência de familiares. 

Na manhã desta sexta-feira (18), a equipe operacional de remoção de árvores compareceu à residência para fazer a retirada de troncos e galhos. A expectativa é que ainda hoje, uma equipe de engenheiros faça a avaliação do imóvel.

No bairro Pingo D’Água também foram registradas quedas de árvores, mas não houve interdição de vias e não apresentou  risco para moradores.

Previsão
Nesta sexta-feira, a temperatura máxima em Betim deve chegar à 28°C e a previsão é de tempestades isoladas com raios e trovões entre a tarde e a noite. Já para o fim de semana, tanto no sábado (19) quanto no domingo (20), as máximas devem chegar à 29°C, com chuvas e trovoadas a qualquer hora do dia.

Alerta
A Defesa Civil recomenda que, em caso granizo e tempestades severas, a população tenha um lugar previsto, seguro, onde a família possa se alojar no caso de urgência. O órgão também ressalta que é importante não permanecer em áreas abertas como campos de futebol, quadras de tênis e estacionamentos, além de evitar alto de morros, topo de prédios, torres de linhas telefônicas e de energia elétrica, além de não trafegar em ruas alagadas e nunca se abrigar ou estacionar debaixo de árvores.

Durante esse período de chuvas intensas, que deve perdurar até fevereiro, as equipes da Defesa Civil de Betim estarão de prontidão para a possível remoção de famílias, desobstrução de vias e remoção terra em caso de deslizamentos. Se necessário, a população pode acionar os órgãos competentes por meio dos telefones abaixo:

Corpo de Bombeiros: 193
Polícia Militar: 190
Defesa Civil: 199
Guarda Municipal: 153

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui