Vídeo: Homem arrisca-se e salva dois cães que caíram no ribeirão Arrudas, em BH

0

Quando voltava para a casa na tarde dessa quarta-feira (16) após prestar um serviço no bairro Gutierrez, na região Oeste de Belo Horizonte, o eletricista Hugo Leonardo Cordeiro, de 33 anos, estranhou o fato de várias pessoas estarem aglomeradas num ponto do ribeirão Arrudas, na avenida Tereza Cristina, altura do bairro Betânia. “Será que alguém caiu lá dentro?”, perguntou ao seu auxiliar Loarley Honório.

Assista ao vídeo:

https://www.instagram.com/p/CI5naRBAzcP/?utm_source=ig_embed

Ambos interromperam o trajeto para conferir e oferecer ajuda. Quando chegaram ao local, viram que dois cachorros estavam dentro do rio, um tanto quanto aflitos. “Um rapaz estava querendo descer numa cordinha, mas falei que ele se machucaria se tentasse fazer isso. Então sugeri que ele laçasse os cachorros”, conta. Diante da recusa do outro homem, que argumentou que os cães estavam agitados, o eletricista pegou a corda e jogou ele mesmo em direção aos animais.

“De primeira, consegui pegar o Romeu”, alegra-se Cordeiro ao comentar do cachorro peludinho. “Ao conseguirmos retirá-lo, o pessoal já acreditou que conseguiríamos resgatar o outro”, conta. De fato, ele conseguiu. Mas precisou de um pouco mais de paciência, já que o Xará estava mais agitado. Mesmo diante do “frio na barriga”, o eletricista não se intimidou e resgatou o cão. Em uma mistura de alegria e alívio, todos os que acompanhavam a cena aplaudiram a atitude dele.

O eletricista contou que soube que os cães entraram no rio e começaram a correr pelo leito de muito longe. Os animais estavam sendo acompanhados de dentro de um carro pela dona delas. “Ela estava muito nervosa e apreensiva. Quando foram resgatados, ela agradeceu muito”, relembra.

‘Gosto demais de cachorro’

Cordeiro afirma que foi motivado a resgatar os cachorros porque ama os animais. “A senhora (dona dos cães) estava desesperada. E eu gosto demais de cachorro. Agi como se tratasse do meu cão, eu faria o mesmo e faria de novo”, conta.

Por causa disso, o eletricista chegou a arriscar a própria saúde para salvar os cães. “Eu me dependurei na grade para tentar resgatá-lo, mas a questão de querer salvar o bichinho falou mais alto”, afirma. Cordeiro fala ainda que não conhecia a técnica de ‘pescar’ os animais e agiu por instinto. “Nunca tive experiência, mas graças a Deus deu certo”, diz.

O mais gratificante para Cordeiro, afinal, foi chegar em casa. “Eu tenho duas filhas, uma mora comigo. Meu maior prazer foi escutar dela que eu era um herói, por ter salvado os cachorros. Isso não tem preço: ser heróis dos nossos filhos”, finaliza Cordeiro que faz questão de enfatizar a participação do auxiliar Loarley Honório, que atuou como cinegrafista e filmou toda a cena.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui