Presídio de Itamarandiba I passa por reformas estruturais

0
Destaca o trabalho dos policiais penais no município

Via Itamarandiba Hoje

Projetos de ressocialização e mudanças na estrutura física da unidade prisional de Itamarandiba fortalecem os dois principais eixos de trabalho do sistema prisional mineiro: custódia e ressocialização. Uma reforma recente na unidade melhorou as condições de trabalho para os servidores e o atendimento à população prisional.

As parcerias com a prefeitura municipal e o apoio do Departamento Penitenciário de Minas Gerais (Depen-MG) contribuíram para a construção de uma sala administrativa e uma sala para atendimento de saúde. Além disso, a obra da base para a instalação de uma caixa d´água e a pintura da fachada da unidade também foram concretizadas, fortalecendo cada vez mais o trabalho dos policiais penais e dos demais servidores de diferentes áreas da unidade.

Para garantir oportunidade de trabalho aos custodiados, uma parceria com a prefeitura e o Poder Judiciário resultou no Projeto Reintegração. Dez presos começaram a trabalhar na fabricação de bloquetes, meios-fios, manilhas e outros elementos que são usados no melhoramento da infraestrutura das vias públicas do município. O objetivo é, principalmente, garantir oportunidade de emprego aos internos e o aprendizado de uma nova profissão para aqueles que cumprem pena na unidade. Os trabalhos estão temporariamente suspensos devido à pandemia da covid-19.

O diretor da unidade, Wanderson Fabiano de Souza, acredita que a continuidade das reformas do prédio e a ampliação das parcerias, que visam ofertar oportunidades aos custodiados, reforçam o trabalho do sistema prisional no município. “Nós agradecemos a todos que contribuem diariamente para a revitalização da nossa unidade. As benfeitorias proporcionam melhores condições de trabalho para a equipe, mais dignidade no cumprimento da pena e, indiretamente, aproximação com a comunidade e melhor atendimento aos familiares das pessoas que estão em privação de liberdade”.

 

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui