Quadrilha investigada por roubos na região de Curvelo é alvo de operação da Polícia Civil

0
Cinco mandados de prisão foram cumpridos em ação da Polícia Civil — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Fonte: G1

A Polícia Civil cumpriu cinco mandados de prisão e nove de busca e apreensão na operação Pele de Cordeiro. A ação, realizada sob comando da Delegacia de Furto e Roubos de Curvelo (MG), desarticulou uma quadrilha que atuava praticando assaltos.

A Polícia Civil identificou que os investigados cometeram quatro assaltos na região, de outubro a dezembro de 2019. Em 2020, os autores roubaram também um caminhão carregado de ração.

“As investigações foram iniciadas no final do ano passado quando tivemos, a partir de outubro, uma sequência de assaltos às fazendas, todos voltados ao roubo de gado”, explica o delegado regional Alexandre Viana Corrêa, acrescentando que os criminosos fugiam levando outros utensílios e objetos de valor.
Alguns pontos levaram os policiais a suspeitar que se tratava de uma quadrilha: os crimes foram cometidos em sequência e o modo de agir era o mesmo, baseado no uso de violência e ameaça, com as vítimas sendo feitas reféns.

Ao longo da apuração os policiais identificaram ainda que os investigados podem ter agido nas cidades de Esmeraldas, Abaeté, Nova Serrana e Capim Branco. O G1 não conseguiu localizar a defesa dos presos até a publicação desta reportagem. Se algum advogado se manifestar, a matéria poderá ser atualizada.

“No fim do ano, os policiais foram exitosos em localizar 90 cabeças de gado na região metropolitana de Belo Horizonte, nas proximidades de Vespasiano, onde localizaram boa parte do gado furtado de um produtor da nossa região”, afirma o delegado regional.

Alexandre Viana Corrêa destaca que dois dos cinco alvos já estavam encarcerados por roubo. Dos outros três, dois foram localizados em Vespasiano e Ribeirão das Neves e um foi encontrado na região de Curvelo, ele agia como informante do grupo. Mais duas pessoas estão sendo procuradas.

“Ele era ao integrante que dava todas as informações para que a quadrilha pudesse praticar os roubos, trabalhava disfarçadamente de funcionário nas fazendas da região.”
Os presos na operação foram levados para o Presídio de Três Marias. O inquérito está em fase de conclusão e deve ser encaminhado em breve à Justiça.

“Esperamos que com essa ação exitosa da equipe de Furtos e Roubos da nossa área a população da zona rural tenha mais tranquilidade. Os produtores rurais estavam muito preocupados com a sequência de assaltos no fim do ano”, finaliza o delegado regional.

Materiais apreendidos durante o cumprimento dos mandados — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui