Estado de Minas Gerais está na rota internacional de redução das emissões de carbono

0
Em Brasília, governador Romeu Zema lidera participação do estado em evento que reuniu autoridades globais para discutir ações efetivas para diminuir gases de efeito estufa – Foto: Governo de Minas / Divulgação

Via Agência Minas 

O governador Romeu Zema e a secretária de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais, Marília Melo, participaram nesta quarta-feira (4/8), em Brasília, do evento ‘Fechando o Ciclo de Ambição com a Corrida ao Zero no Brasil’. A agenda reuniu autoridades brasileiras e internacionais para o debate sobre implementação de ações no contexto da campanha global Race to Zero.

A estratégia internacional tem como objetivo neutralizar as emissões líquidas de gases de efeito estufa até 2050. Minas Gerais, em posição de protagonismo, foi o primeiro Estado da América Latina e do Caribe a aderir à campanha internacional Race to Zero, em julho de 2021, durante a Semana do Meio Ambiente. No evento, realizado em Brasília, outros estados e municípios brasileiros firmaram adesão à campanha junto a outras cem empresas brasileiras.

O governador Romeu Zema destacou que Minas Gerais já vem desempenhando ações para promover o desenvolvimento sustentável do estado, que tem a segunda maior economia do Brasil. Como exemplo, ele citou a diversificação da matriz energética em Minas com incentivos regulatório e fiscal à energia solar, o que permitiu ao Estado possuir 18% de toda a potência instalada no Brasil. Destaque, ainda, para o recorde histórico atingido em maio de 2021, com a superação da marca de 1 GW de potência instalada de geração distribuída de energia solar fotovoltaica.

“Pretendemos seguir o caminho da neutralidade, induzindo a atração de negócios direcionados ao desenvolvimento econômico sustentável e de empregos verdes para diversas cadeias, como as de energias renováveis, agricultura de baixo carbono, indústrias eficientes, entre outros”, salientou Romeu Zema.

A secretária Marília Melo lembrou a importância de Minas para o cenário ambiental do Brasil, estado que abarca o maior remanescente de Mata Atlântica, além de áreas significativas de Caatinga e Cerrado. Ela também destacou a presença, em Minas Gerais, de nascentes de rios importantes para o abastecimento em outros locais do Brasil, como os rios São Francisco, Piracicaba e Jaguari.

“A agenda ambiental em Minas Gerais é estratégica para todo país e, por isso, a nossa responsabilidade, que pôde ser vista na adesão pioneira à Race To Zero”, pontuou. Ela ressaltou, ainda, que “a adesão ocorreu de forma compartilhada, pela assinatura conjunta com os setores industrial e agropecuário, de forma inédita no Brasil, tornando o compromisso ainda mais importante”, completou a secretária.

Race To Zero 

No evento realizado em Brasília, representantes dos governos de Pernambuco, Pará, Espírito Santo, Maranhão, Paraná, Amazonas e Mato Grosso do Sul se juntaram a Minas Gerais e ao Estado de São Paulo na adesão à campanha. Outros nove municípios brasileiros também firmaram o compromisso.

A solenidade ainda teve a presença do embaixador do Reino Unido no Brasil, Peter Wilson, do campeão de alto nível para a ação climática da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças do Clima (COP), Gonzalo Muñoz, e do presidente designado da COP 26, Alok Sharma, que esteve no Brasil pela primeira vez.

“Existe uma visão equivocada de que desenvolvimento econômico e sustentabilidade não são pautas combináveis. Mas no Reino Unido, registramos um crescimento de 8% da economia e do Produto Interno Bruto (PIB) e, ao mesmo tempo, conseguimos reduzir em 40% nossas emissões. Isso mostra que o crescimento verde é possível e uma grande oportunidade”, disse Sharma.

Para alcançar o objetivo de zerar as emissões líquidas e limitar o aumento da temperatura global a 1,5 grau até 2050, o Race To Zero prevê a intensificação de ações de descarbonização, a atração de investimentos para negócios sustentáveis e para a criação de empregos verdes. Neste cenário, será possível viabilizar um desenvolvimento socioeconômico inclusivo e sustentável nos estados e municípios que assumiram o compromisso à campanha. Atualmente, cerca de 30 diferentes regiões no mundo participam da campanha.

Under 2 

Ainda em Brasília, o governador Romeu Zema e a secretária Marília Melo participaram de reunião com a Coalizão Under 2, uma aliança climática que reúne 260 Estados, regiões e províncias em todo o mundo. A coalizão oferece suporte técnico, visibilidade de ações em nível internacional e auxílio para participação em eventos climáticos de grande expressão.

O encontro tratou da manifestação de interesse do ingresso de Minas Gerais na coalizão Under 2, que apoiará o desenvolvimento dos compromissos firmados na adesão à Race to Zero, como atualização do Inventário de Emissões e Remoções de Gases de Efeito Estufa e do Plano de Ação Climática, que serão desenvolvidos pela Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam), que coordena a agenda climática no Governo de Minas Gerais.

 

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui