Homem é condenado a 15 anos de prisão por matar e jogar vítima no leito do rio Arrudas, em Belo Horizonte

0
Fachada do Fórum Lafayette, em Belo Horizonte 

Via G1 Minas Gerais 

Dois homens, acusados de jogar um terceiro no leito do rio Arrudas, em Belo Horizonte, foram julgados pelo crime de homicídio nesta segunda-feira (20). Um deles foi absolvido.

De acordo com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), Raione Israel Pereira Lima tem antecedentes criminais e foi condenado a 15 anos de prisão por homicídio qualificado ao dificultar a defesa da vítima. Segundo a sentença, o histórico criminal contribuiu para a fixação da pena.

Ainda conforme o documento, Raione ameaçava testemunhas do crime de dentro do presídio. O juiz Ricardo Sávio de Oliveira negou o recurso em liberdade.

O homem que também foi acusado do crime, mas foi absolvido pelo júri, é Morramy da Silva Rodrigues.

Arrudas

O fato ocorreu na madrugada do dia 21 de julho do ano passado, na altura da Avenida do Contorno, no Centro da capital. A vítima foi agredida e arremessada de uma altura de 11 metros e morreu na hora.

Ainda segundo a Justiça, o homem foi morto por ter se recusado a pagar por uma quantidade de droga que conseguiu com os acusados.

À época, a Polícia Militar prendeu os dois homens, que teriam rendido a vítima e agido juntos.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui