Patricia Vanzolini é a 1ª mulher a ser eleita presidente da OAB-SP

0

Com disputa acirrada, voto a voto, os advogados de São Paulo elegeram, nessa quinta-feira (25/11) a criminalista Patricia Vanzolini (foto em destaque), de 49 anos, como presidente da seccional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). É a primeira mulher a comandar a entidade.

Patricia ficara à frente da OAB-SP durante três anos (2022-2024). A disputa acirrada ficou entre a advogada e o atual presidente da entidade, Caio Augusto Silva dos Santos, que tentou a reeleição.

A OAB-SP foi criada em 1932. Patricia Vanzolini obteve 64.207 votos (35,80%), Caio Augusto Silva dos Santos, 58.821 votos (32,79%); e Dora Cavalcanti, 18.351 votos (10,23%).

Cinco chapas disputavam a presidência da seccional São Paulo. No Brasil, são mais de 1,3 milhão de advogados filiados. Só em São Paulo, a maior seccional do país, estavam aptos a votar 350 mil profissionais da área.

Distrito Federal

No Distrito Federal, Délio Lins e Silva Júnior foi reeleito presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Distrito Federal (OAB-DF), no último domingo (21/11). A chapa Avança Mais OAB recebeu 12.328 votos, 41% do total dos votos válidos.

Em 2018, quando foi eleito pela primeira vez, Délio recebeu 9.805 votos. Com o resultado das eleições de 2021, o advogado ficará mais três anos à frente da OAB-DF.

Pós-graduado em direito penal econômico, mestre e doutorando em ciências jurídico-criminais, Délio atua como advogado criminalista. Ele lidera a chapa Avança Mais OAB, que tem Lenda Tariana como vice-presidente.

O post Patricia Vanzolini é a 1ª mulher a ser eleita presidente da OAB-SP apareceu primeiro em Metrópoles.