Prefeitura de Belo Horizonte suspende cobrança de IPTU 2020 até março de 2022

0

 

Medida vale para empreendedores que não conseguiram quitar os débitos devido ao não funcionamento dos estabelecimentos durante a pandemia e para demais contribuintes

Via G1 Minas Gerais 

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), decretou que a cobrança de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) dos moradores da capital que estão com débitos referentes ao exercício de 2020 será suspensa até o dia 31 de março de 2022.

De acordo com a decisão, a medida vale tanto para empreendedores que não conseguiram quitar os débitos devido ao não funcionamento dos estabelecimentos durante a pandemia da Covid-19 quanto para os moradores da cidade.

No entanto, para receber o benefício, os contribuintes devem estar com os valores anteriores quitados até 30 de dezembro deste ano.

Parcelamento dos valores pendentes

Ainda segundo a decisão, que foi publicada no Diário Oficial do Município desta quinta-feira (25), os moradores poderão fazer o parcelamento em até 60 vezes.

Os valores deverão ser quitados em parcelas mensais, sendo que o primeiro pagamento deve ser feito até o dia 31 de março de 2022.

Após o pagamento da primeira parcela, as demais poderão ser pagas por débito automático ou conta corrente em nome do morador.

O vencimento das parcelas será sempre no mesmo dia do pagamento da primeira, sendo que a parcela seguinte à primeira será feita dois meses depois.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui