Trabalhadores da EBC entrarão em greve por tempo indeterminado

0

Os trabalhadores da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) decidiram entrar em greve por tempo indeterminado. A decisão foi tomada em assembleia geral extraordinária, realizada nesta quarta-feira (24/11). A paralisação começam a partir de meia-noite da sexta-feira (26/11).

Segundo publicação do Sindicato dos Jornalistas do DF, a decisão foi motivada “pela conduta recriminável da empresa desde o ano de 2020”. Segundo a entidade, a EBC não tem sinalizado para negociação de acordo coletivo.

Além disso, os trabalhadores protestam contra perdas salariais e de direitos que já estão em acordos coletivos de trabalho, que representam conquistas históricas da categoria.

Entre os cortes estão a estabilidade para mães que acabaram de retornar da licença-maternidade, auxílio a pessoas com deficiência, redução de hora noturna e liberações sindicais.

De acordo com secretário de comunicação do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo, trabalhador da EBC concursado Eduardo Viné Boldt, a greve ocorre após um processo de negociação com a empresa há mais de um ano.

“Pedíamos manutenção das cláusulas sociais e reposição da inflação. A empresa começou a negociar com a gente, mas parou. Entraram no TST e se iniciou uma mediação. No final do mês de outubro, a empresa encaminhou uma proposta com imposição de banco de horas, o que reduziria salário dos empregados. Seria um arrocho de mais de 10%. São cláusulas que não podemos aceitar”, afirmou.

No dia 12 deste mês, a empresa parou de seguir o acordo coletivo. Tem uma série de cláusulas com 10, 12 anos que, se retiradas, deixam os trabalhadores vulneráveis. “A empresa aumenta gastos com comissionados e retirou direitos de trabalhadores portadores de deficiência, por exemplo. É inadmissível. A direção de empresa foi extremamente truculenta com seus funcionários. Tudo isso faz com que optemos pela greve”, completou.

 

O post Trabalhadores da EBC entrarão em greve por tempo indeterminado apareceu primeiro em Metrópoles.