Molon diz que nada muda na campanha ao Senado com petista na disputa

0

O deputado Alessandro Molon, do PSB do Rio de Janeiro, afirmou nesta quarta-feira (26/1) que seguirá sua campanha ao Senado, que terá entre os concorrentes o petista André Ceciliano, presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro. No campo nacional, PT e PSB costuram uma aliança para a eleição de Lula ao Planalto.

“O fundamental é derrotar o bolsonarismo e reconquistar uma das cadeiras do Rio de Janeiro no Senado para o campo democrático. Hoje, os três senadores do RJ são do PL, partido de Bolsonaro. Nossa campanha segue a todo vapor”, disse Molon. Na sexta-feira (28/1) e no sábado (29/1), Molon terá agendas eleitorais no estado, na Região dos Lagos.

A mais recente pesquisa Quaest sobre a corrida ao Senado no Rio de Janeiro, em outubro, mostrou o senador Romário, do PL, em primeiro, com 19%. A seguir estão o deputado Alessandro Molon (12%), o ex-prefeito Marcelo Crivella (12%), e a deputada Clarissa Garotinho (8%). O deputado estadual petista André Ceciliano aparece em sétimo lugar, com 2%.

Adversário de Molon ao Senado, Ceciliano foi cotado para concorrer ao governo fluminense. Se isso se confirmasse, o impasse seria ainda maior entre PT e PSB, uma vez que essa candidatura inviabilizaria o apoio do PT a Marcelo Freixo, deputado do PSB que é pré-candidato ao Palácio da Guanabara.

Além de uma possível vice de Lula com Geraldo Alckmin, o PSB negocia uma federação partidária com o PT neste ano. O PSB está rachado: os quadros do partido com cargos no Legislativo são a favor da aliança, ao passo que os que ocupam cargos executivos são contra.


0

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

O post Molon diz que nada muda na campanha ao Senado com petista na disputa apareceu primeiro em Metrópoles.