Major bolsonarista é preso em Teresina por desobediência ao Exército

0

O major João Paulo da Costa Araújo Neves, de 41 anos, foi preso, nesta terça-feira (10/5), acusado de crime de desobediência. O oficial da ativa usava suas redes sociais para fazer manifestações políticas a favor do presidente Jair Bolsonaro (PL), em desrespeito ao regulamento disciplinar do Exército e ao Estatuto dos Militares e por portaria de 2019. 

A prisão preventiva foi decretada pelo juiz Rodolfo Rosa Talles de Menezes, da Auditoria Militar da 10ª Circunscrição Judiciária. Neves está detido no quartel do 25º Batalhão de Caçadores na Avenida Miguel Rosa, Centro de Teresina (PI).

Segundo o G1, que revelou a prisão, a decisão também foi motivada por outros fatos, que não foram especificados. O major entrou no Exército em 2003. 

A defesa do major Costa Araújo, por outro lado, alega que a prisão foi “uma decisão mais política que de cunho efetivamente disciplinar”.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

O post Major bolsonarista é preso em Teresina por desobediência ao Exército apareceu primeiro em Metrópoles.