Presidente do Senado defende o STF e o sistema eleitoral no Twitter

0

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), usou o perfil dele no Twitter nesta segunda-feira (9/5) para afirmar a posição de defesa do Supremo Tribunal Federal (STF) e do sistema eleitral brasileiro.

A publicação de Pacheco vem após os atos bolsonaristas do dia 1º de maio, em que muitos dos manifestantes das passeatas pediram tópicos antidemocráticos como o fechamento do Supremo e a volta dos Atos Institucionais da Ditadura Militar.

Veja o post:

Pacheco tem agido para apaziguar os ânimos entre o presidente Bolsonaro (PL) e o STF após a mais recente tensão entre os poderes. Bolsonaro, em 21 de abril, concedeu perdão ao deputado aliado Daniel Silveira (PTB-RJ), que havia sido condenado pelo STF a 8 anos e 9 meses por estímulo a atos antidemocráticos e a ataques a instituições da República. 

Em 7 de setembro do ano passado, outra tensão se instaurou entre o executivo e o judiciário, quando Bolsonaro participou de atos semelhantes aos deste ano e ele mesmo atacou o ministro do STF Alexandre de Moraes. Após aquela ocasião, o ex-presidente Michel Temer (MDB) ajudou a redigir uma carta de reconciliação entre o presidente e o Supremo. Temer é amigo de Alexandre de Moraes, tanto que foi ele quem indicou a decano.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente

O post Presidente do Senado defende o STF e o sistema eleitoral no Twitter apareceu primeiro em Metrópoles.