Quaest mostra subida de Kalil e queda na popularidade de Lula em MG

0

O ex-prefeito Alexandre Kalil, do PSD, subiu três pontos percentuais em pesquisa da Quaest, divulgada nesta sexta-feira (13/5), e chegou a 30% das intenções de voto para o governo de Minas Gerais. O candidato à reeleição, Romeu Zema, do Novo, permaneceu estável na liderança, com 41%. O bolsonarista Carlos Viana, do PL, está com 9%.

Kalil também subiu 2% na pesquisa espontânea, quando não são apresentados os nomes dos candidatos, e chegou a 5% das intenções de voto. Zema cresceu 1% e alcançou 10% no questionário.

O levantamento, contratado pela Genial Investimentos, aponta para a diminuição da influência de Lula em Minas Gerais, o segundo maior colégio eleitoral do país. Em março, 40% dos mineiros diziam preferir um candidato mais ligado ao petista na eleição estadual. A nova pesquisa mostrou que o percentual caiu para 32% dos entrevistados.

Em resposta à pergunta, 40% dos mineiros afirmam que o candidato vencedor não deveria ter ligações nem com Lula nem com Bolsonaro. Outros 22% preferem que um político identificado com o presidente vença a eleição.

Na pesquisa estimulada, o percentual de eleitores mineiros que dizem votar em Bolsonaro cresceu de 21% para 28%. Lula teve queda de 46% para 44% das intenções de voto no primeiro turno.

Bolsonaro também cresceu na pesquisa para o segundo turno da eleição presidencial. O presidente chegou aos 32%, contra 28% registrados em março, mas perderia para Lula numa eventual disputa no estado. O petista conta com a preferência de 54% dos mineiros — queda de 2% em relação ao levantamento anterior.

A pesquisa ouviu 1.480 pessoas, de forma presencial, e possui margem de erro de 2,5%.


0

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

O post Quaest mostra subida de Kalil e queda na popularidade de Lula em MG apareceu primeiro em Metrópoles.