Sem acordo com empresa, Iges assume alimentação em unidades de saúde

0

Após a Salutar, empresa responsável pelo fornecimento de refeições para servidores, pacientes e acompanhantes em hospitais públicos do Distrito Federal, não cumprir um acordo de pagamento a funcionários, o Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do DF (Iges-DF), decidiu assumir provisoriamente as operações nas unidades de saúde do DF.

A empresa não teria realizado o pagamento aos colaboradores que, por isso, chegaram a suspender o fornecimento dos alimentos na última terça-feira (10/5). Nesta quinta-feira (12/5), o instituto anunciou que assumiu a elaboração, preparo e fornecimento dos alimentos aos pacientes e empregados das unidades hospitalares.

Fornecimento de refeições aos hospitais do DF está sob ameaça

“Como tem sido comunicado em nosso portal oficial, redes sociais e até veiculado pela imprensa, há dias são feitas tentativas de negociação para que nem os empregados da empresa, nem os serviços prestados sejam prejudicados. Diante de todos os fatos apontados, dos relatórios de gestão com inúmeras falhas de execução e do iminente risco de serem a assistência e pacientes prejudicados a Diretoria Executiva do IgesDF deliberou pela convocação da segunda empresa vencedora do processo licitatório a fim de que a mesma assuma toda a operação como é legalmente previsto”, diz a nota.

Segundo o Iges-DF, a fornecedora informou que não poderá realizar o pagamento aos empregados, uma vez que a conta bancária está bloqueada judicialmente por credores e fornecedores.

O instituto é responsável pelo Hospital de Base, Hospital Regional de Santa Maria e pelas UPAs da capital federal.

Procurada à época, a Salutar se manifestou por meio de nota. Leia na íntegra:

A nova gestão da empresa SALUTAR ALIMENTAÇÃO E SERVIÇOS LTDA, que assumiu a pouco mais de 45 dias, esclarece que vem trabalhando para sanar todas as pendências administrativas e financeiras da gestão anterior e honra com todos os seus compromissos para prestar um serviço de qualidade, com presteza para seus clientes e não admite atrasos nos pagamentos dos seus colaboradores e fornecedores, por considerar que são pilares fundamentais que sustentam a instituição e constroem no dia a dia a reputação da empresa no mercado.

O atraso dos salários dos funcionários resulta de uma ação inusitada promovida por um credor, que abortando as instâncias de negociação entre as partes, optou pelo litígio e conseguiu na justiça o bloqueio de um montante a ser recebido pela SALUTAR junto ao IGESDF, referente ao serviço prestado no mês de março próximo passado. Comunicado, o Instituto foi obrigado a bloquear o valor atendendo à decisão judicial. O bloqueio do montante faturado pela empresa já seria suficiente para atender à decisão judicial e não impediria a SALUTAR de honrar seus compromissos com os colaboradores, tendo em vista a saúde financeira da empresa ser suficiente para pagá-los utilizando seus recursos em suas contas bancárias.

No entanto, a decisão bloqueou, também, estas contas, impossibilitando a utilização dos recursos existentes para o pagamento da folha de pagamento dos nossos colaboradores. Diante das consequências incalculáveis desta decisão no âmbito da folha de pagamento e os inevitáveis prejuízos ao fornecimento de alimentação para funcionários e pacientes dos hospitais e UPAs, o departamento jurídico da empresa recorreu ao Tribunal de Justiça, onde obteve decisão favorável pelo desbloqueio das contas. Contudo, até o presente momento o desbloqueio não foi realizado, mesmo tendo os advogados da empresa iligenciado nesse sentido.

A SALUTAR ALIMENTAÇÃO LTDA, já está em tratativas com o IGESDF, para pagamento dos funcionários ainda hoje, evitando maiores transtornos, enquanto aguarda os trâmites judiciais cabíveis ao desbloqueio das suas contas bancárias“.

Quer ficar ligado em tudo o que rola no quadradinho? Siga o perfil do Metrópoles DF no Instagram.

Quer receber notícias do DF direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesdf.

O post Sem acordo com empresa, Iges assume alimentação em unidades de saúde apareceu primeiro em Metrópoles.