Adolescente de 16 anos morre após ingerir cafeína em excesso

0

Um adolescente americano de 16 anos morreu, na Carolina do Norte, após ingerir três bebidas com grande teor de cafeína em um espaço de apenas duas horas.

Nesse intervalo, Devis Allen Cripe bebeu um café latte do McDonalds, um energético e um refrigerante grande da marca Mountain Dew. Tudo em sequência.

Logo após, em sua escola, o jovem sofreu arritmia cardíaca, o que provocou nele um colapso. Uma hora depois do desmaio, Cripe estava morto. O caso aconteceu no dia 26 de abril.

De acordo com o legista Gar Watts, os médicos determinaram que a causa da morte foi  “um evento cardíaco induzido por cafeína, que resultou em arritmia”. Apesar disso, o profissional garante que não se pode classificar a morte como overdose de cafeína.

Para o legista, o problema foi a quantidade de cafeína ingerida no curto espaço de tempo. “Foi tanta cafeína que isso causou a arritmia”, disse ele. Porém, deixou um alerta: “Essas bebidas podem ser muito perigosas”, disse. “Estou dizendo a meus amigos e família, não as beba.”

O adolescente que morreu não tinha qualquer registro de problemas cardíacos, sendo considerado saudável. O pai de Cripe afirmou que ele era um bom filho e espera que sua morte salve outras pessoas ao mostrar os riscos do excesso de cafeína.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui