Polícia Civil de Salinas desvenda homicídio de comerciante no Vale do Jequitinhonha e prende autor em Medina

0
Equipe da Polícia Civil de Salinas apresenta o suspeito de matar o comerciante Lucim

 

Nesta sexta (19/05), a Polícia Civil de Salinas, comandada pelo delegado José Eduardo Gonçalves, realizou mais uma operação bem sucedida. Depois das investigações, a equipe cumpriu Mandado de Prisão, expedido pela Justiça de Salinas, no distrito de General Dutra, zona rural de Medina, para isso, percorreram cerca de 40 quilômetros em estradas de terra.

No local, os policiais conseguiram localizar o suspeito Willian Pereira, popular Maquita, de 26 anos, acusado de matar a tiros o comerciante Luciano Cardoso de Sá, popular Lucim, de 34 anos, no último dia 17 de abril em uma emboscada na cidade de Santa Cruz de Salinas.

Luciano Cardoso de Sá foi assassinado no último dia 17 de abril

Conforme Dr. José Eduardo, no momento da prisão o autor Maquita tentou evadir, mas a equipe agiu com rapidez e conseguiu imobilizá-lo. Em depoimento, Maquita disse apenas que estava sendo ameaçado. No entanto, existe a suspeita de que a motivação teria sido uma dívida de R$ 3.500,00. “Ele responderá por homicídio duplamente qualificado, sendo motivo torpe e emboscada”, disse Dr. José Eduardo para a reportagem do Folha Regional.

O delegado lembra que a vítima Lucim foi presa na operação “Ratos de Pista”, desencadeada pela Civil de Salinas para desmantelar uma quadrilha que vinha roubando cargas na BR-251. “Desde que a quadrilha foi desarticulada não houve mais roubo de carga no trecho de Salinas ao Entroncamento de Cariri”, destaca o delegado.

Também é de se destacar que todos os homicídios ocorridos na Comarca de Salinas, composta por seis municípios, nos últimos quatro anos, foram devidamente desvendados. “Temos apenas um autor de homicídio foragido, mas a sua prisão está decretada e pode ser capturado a qualquer momento”, ressalta Dr. José Eduardo, que aproveita para elogiar a sua equipe de investigadores, formada por João Aguiar, Wellington Assunção, Thiago Pires, Aurélio Martins e Arthur Barbosa.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui