Empresa quer usar foguetes para transportar passageiros entre qualquer cidade do mundo em meia hora

0

O inventor futurista Elon Musk revelou, nessa sexta-feira (29/9/2017), planos ambiciosos de enviar naves de carga para Marte em cinco anos e de usar foguetes para transportar pessoas entre grandes cidades da Terra em menos de meia hora.

Musk, fundador da SpaceX, disse que um sistema de transporte interplanetário planejado, chamado Big Fucking Rocket (BFR), teria seu tamanho reduzido para que pudesse realizar uma série de tarefas que posteriormente pagariam pelas futuras missões a Marte.

“O mais importante (…) é que acho que descobrimos como pagar pelo BFR”, disse Musk a um auditório cheio em uma reunião global de especialistas em espaço, realizada na cidade australiana de Adelaide.

A solução “é ter um veículo menor – que ainda é muito grande, mas um que possa (…) fazer tudo o que é necessário na atividade da órbita terrestre”. Musk disse que sua empresa já começou a trabalhar nesse sistema e que a construção da primeira nave começaria em um período de seis a nove meses. “Eu me sinto bastante confiante de que poderemos concluir a nave e lançá-la em cerca de cinco anos”, disse.

Pelo menos duas naves de carga aterrissariam no Planeta Vermelho em 2022, com a missão principal de encontrar a melhor fonte de água – atualmente estudada como uma forma de impulsionar foguetes, disse. Os foguetes colocariam a energia, a mineração e a infraestrutura de apoio à vida em Marte à disposição para apoiar futuras missões, com quatro naves destinadas a levar pessoas, equipamentos e suprimentos ao planeta em 2024.

As viagens seriam financiadas por uma série de atividades, como o lançamento de satélites e prestação de serviços à estação espacial e às missões lunares, disse ele.

Musk acrescentou que os foguetes também devem atender os habitantes da Terra, reduzindo o tempo de viagem entre grandes cidades para menos de meia hora.

Uma viagem de Londres a Nova York levaria 29 minutos, de acordo com seus cálculos. “Uma vez que você está fora da atmosfera, seria tão suave como a seda, sem turbulências, nada”, disse.

“Não há clima (…), e você pode chegar à maioria dos lugares de longa distância em menos de meia hora. Se estamos construindo isso para ir à Lua e a Marte, então por que não ir a outros lugares na Terra também?”, questionou.

No Congresso Internacional de Astronáutica anual, que terminou nessa sexta-feira (29), agências espaciais governamentais e empresas privadas esboçaram seus planos de enviar humanos para a Lua e Marte nas próximas décadas. Isso incluiu um acordo entre a agência espacial russa Roscosmos e a Nasa para trabalhar na primeira estação espacial lunar.

SpaceX quer transportar passageiros em foguetes (Foto: BRF / Earth to Earth / Divulgação)

 

Sequência de imagens detalha planeta Júpiter

A Nasa divulgou uma sequência de imagens aprimoradas por cores que mostra a rapidez com que a visão da nave espacial Juno muda quando ela passa por Júpiter. As imagens foram obtidas pela JunoCam.

Uma vez a cada 53 dias, Juno se aproxima de Júpiter, acelerando suas nuvens. Em menos de duas horas, a nave espacial viaja do polo norte de Jupiter ao polo sul, em seu caminho de volta. A sequência mostra 11 imagens melhoradas de cores com o polo sul à esquerda (11ª imagem na sequência) e o polo norte à direita (primeira imagem na sequência).

À medida que a nave espacial se aproxima de Júpiter, o horizonte se move e o alcance das latitudes visíveis encolhe. A sequência de imagens foi registrada em uma hora e 35 minutos.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui