Homem mata namorada e grava mensagem indicando onde está o corpo

0
MATA NO BAIRRO PEROBAS EM CONTAGEM ONDE FOI ENCONTRADO O CORPO DA GISLANE MARIA SILVA .NA FOTO : FOTO: FRED MAGNO

A confirmação de que Gislaine Maria da Silva, de 21 anos, foi assassinada chegou para a família da pior maneira possível: com um áudio do próprio suspeito indicando onde estaria o corpo da jovem. A dona de casa foi vista pela última vez na sexta-feira. Desde então, os parentes suspeitavam que o namorado dela havia tirado a vida de Gislaine. A confirmação veio nesta terça-feira quando a Polícia Civil teve acesso a uma gravação dele explicando onde ele havia deixado o corpo da namorada.

“Ele disse a localização aproximada e deu a referência do Palácio dos Leilões”, detalhou o delegado Anderson Kopke.

Após a chegada do áudio, uma equipe das polícias Civil e Militar e do Corpo de Bombeiros foi até o local com cães farejadores. O corpo de Gislaine foi achado em meio a uma mata, já em decomposição. A família acompanhou o trabalho e a reconheceu pelas roupas. Ainda não é possível indicar como a moça foi morta, mas há indícios de perfurações de faca pelo corpo.

Ouça a gravado deixada pelo suspeito:

Relacionamento

A polícia ainda investiga o que teria motivado o crime. O casal estava junto há dois anos. Gislaine deixou dois filhos: uma menina de 4 anos e um menino de 1.

Em matéria publicada no último dia 17 pelo Super Notícia, a família informou que o relacionamento do casal era conturbado. Gislaine reclamava para os familiares que já havia sido agredida e ameaçada de morte pelo namorado. Entretanto, a dona de casa não abria mão da relação, ainda segundo a família, porque amava o rapaz.

A procura pela moça começou na sexta-feira, depois que a família tomou conhecimento de que os filhos de Gislaine estavam sozinhos em casa. Na noite anterior, ela foi com o namorado a um bar e, conforme amigos, o namorado a teria agredido e obrigado a entrar em um carro com ele. Quando os parentes chegaram à casa do rapaz, no bairro Jardim Laguna, em Contagem, a residência estava vazia e suja de sangue. Nem as roupas do suspeito estavam na casa. Na ocasião, ele teria conversado pela internet com os familiares da moça e dito desconhecer o paradeiro de Gislaine.

Investigação

O delegado abriu ontem o inquérito para apurar o homicídio, já que, até o aparecimento do corpo, o caso era tratado como desaparecimento. Kopke vai pedir a prisão preventiva do suspeito hoje. Até o fechamento desta edição, o suspeito era procurado pela polícia.

Mesmo com todos os indícios, a polícia precisa investigar os detalhes relacionados ao caso. “Algumas coisas a gente não pode falar, são passos na análise de uma investigação. As informações começaram a chegar todas hoje (ontem) em conjunto, e é preciso esclarecer algumas coisas ainda”, finalizou o delegado.

Em silêncio

A família de Gislaine Maria da Silva estava ontem na Delegacia de Homicídios de Contagem, acompanhando o trabalho da polícia. No entanto, nenhum familiar quis conversar com a reportagem. Todos estavam bastante abalados e só queriam prestar as últimas homenagens para a jovem.

Suspeito pode ter abandonado carro

Um carro abandonado no bairro Jardim Laguna, em Contagem, na região metropolitana, pode ser uma pista para que a Polícia Civil comprove ou não o envolvimento do namorado na morte de Gislaine Maria da Silva, de 21.

Conforme o delegado Anderson Kopke, o Gol azul havia sido comprado pelo namorado de Gislaine e um dia após o desaparecimento de Gislaine, no dia 14, foi encontrado por policiais militares abandonado. O antigo proprietário (que ainda consta como dono) foi acionado e buscou o carro. A suspeita é a de que o carro tenha sido usado para levar o corpo de Gislaine até a mata. O carro vai passar por perícia, e o dono será interrogado.

‘Provavelmente foi feminicídio’

Quando começaram as investigações? dia 13(data do desaparecimento). A informação era muito vaga, não havia a certeza da morte. Só havia uma quantidade de sangue na casa (do suspeito) que daria para entender que ela teria sido morta. Hoje (ontem), o pessoal teve a informação de que haveria esse corpo deixado perto da Ceasa, perto do Palácio dos Leilões.

Quais são os próximos passos da investigação? Algumas coisas a gente não pode falar, são passos na análise de uma investigação. Normalmente nos crimes passionais, a identificação (do suspeito) já é certa, e a gente solicita o mandado de prisão. Nesse caso, provavelmente foi um feminicídio, e é isso que eu vou fazer. Mas para concluir o caso a gente precisa confirmar algumas informações.

Mas ele mandou um áudio dando a localização do corpo. O que ainda precisa ser investigado? As informações começaram a chegar todas hoje (ontem) em conjunto, então a gente precisa esclarecer algumas coisas ainda.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui