Mulher encontrada morta em Timóteo, foi estrangulada

0
A Polícia Civil instaurou inquérito para apurar a morte da aposentada ILda Vieira Sousa Drumond, 56 anos encontrada morta na quinta-feira (07/06) no Centro Sul Timóteo. O caso está sendo investigado pela equipe do delegado Augusto Drumond informações ainda não oficiais apontam que o laudo da necropsia do IML de Ipatinga aponta morte por estrangulamento.
Entenda o caso.
A Polícia Militar foi empenhada quinta feira passada na rua Mateus de Araujo Silva casa 16 Centro Sul, em Timóteo onde foi encontrada com ferimento e inconsciente a aposentada Ilda Vieira Sousa Drumond. Segundo ocorrência da PM o Carlos Roberto de Sousa Morais de 52 anos irmão da vítima foi quem acionou uma unidade do Corpo de Bombeiros, alegando que ao entrar em casa encontrou a irmã ferida, sentada no vaso do banheiro, caída para lateral apoiada no box, sendo socorrida pela guarnição ao Hospital São Camilo/Vital Brazil, em Timóteo onde foi constatado o óbito e o médico plantonista verificou uma marca de estrangulamento no pescoço da vítima.
A perita Cristina compareceu ao local e realizou os trabalhos d e praxe. Um vizinho da aposentada que trabalha no salão em frente a residência, relatou que Carlos o chamou por volta de 8h15 da manhã pedindo ajuda os dois entraram na casa e ele viu a Senhora Ilda com roupas compridas deitada na cama e com o rosto muito roxo, o irmão alegou que a mesma tinha histórico de depressão e fazia uso de medicamentos.
Carlos Roberto irmão da vítima e residente no mesmo local, em depoimento a PM relatou que por volta de 03h30 da madrugada de ontem (08/06) a irmã teria se levantado para fazer um lanche ,e por volta das 7hs da manhã ele a encontrou ferida no banheiro sentada no vaso, caída para lateral apoiada no box ele então a levou para o quarto dela e a colocou na cama e acionou corpo de Bombeiros e PM,disse ainda que mora com a irmã desde quando se separou da esposa que administrava os recursos financeiro da Senhora Ilda.
Carlos foi conduzido à Delegacia para ser ouvido. A Polícia Civil já instaurou inquérito para investigar o caso.

Comentários

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui