Prefeito de Divinópolis presta depoimento no MP sobre suposta oferta ilícita de cargo público

0
Galileu Teixeira Machado (MDB) (Foto: Reprodução/TV Integração)

O prefeito de Divinópolis, Galileu Machado (MDB), foi chamado a prestar depoimento no Ministério Público Estadual (MPE) na tarde desta quarta-feira (11) sobre a suposta oferta ilícita de cargos no Executivo.

O prefeito chegou na sede do MPE por volta das 15h15 e o depoimento começou às 15h30 sob a coordenação do promotor Gilberto Osório.

Ao final de abril, áudios atribuídos a uma conversa que teria ocorrido entre o prefeito Galileu e o empreiteiro Marcelo Máximo de Morais Fernandes, conhecido como Marcelo Marreco, se tornaram públicos.

Após o vazamento dos áudios, a Associação dos Advogados do Centro-Oeste de Minas (AACO-MG) protocolou um ofício na Câmara municipal, cobrando uma investigação sobre o caso. Conforme a denúncia, os advogados entenderam que Galileu Machado ofereceu o cargo de coordenador da Secretaria Municipal de Agricultura e afirmou que o empreiteiro não precisaria trabalhar.

Os áudios envolvendo os denunciados foram periciados pela Polícia Civil de Minas Gerais a pedido do Ministério Público. O delegado regional Leonardo Pio informou à reportagem nesta quarta-feira que o laudo com o resultado da perícia já ficou pronto e foi entregue ao MP, mas ele não adiantou o resultado da perícia.

CPI

A denúncia apresentada pela AACO foi rejeitada durante votação na Câmara no dia 5 de junho porque, segundo o Legislativo, uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) já havia sido aberta e estava reunindo documentos sobre o assunto.

A primeira oitiva da CPI foi realizada no dia 25 de junho e teve dois momentos. No primeiro, Marcelo foi ouvido pela comissão durante a manhã. À tarde foi a vez do chefe de gabinete da Prefeitura, Djalma Guimarães, prestar depoimento.

A segunda oitiva ocorreu no dia 26 de junho e ouviu o depoimento do procurador geral do Município, Wendel Santos.

Comentários

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui