Alejandro Sanz irá desembarca no Brasil para um encontro com jornalistas, marcado para promover o novo single

0
Foto : Alejandro Sanz

O novo Alejandro Sanz, com o sucesso de No Tengo Nada nas costas, desembarca no Brasil na próxima quinta-feira, 6 de dezembro. Além da Ivete Live Experience, em que dividirá o palco do Allianz Parque, em São Paulo, com a amiga Ivete Sangalo no próximo sábado, o espanhol irá promover o novo single.

Sua agenda de compromissos em solo brasileiro, contudo, ainda permanece em sigilo.

A nova canção de Alejandro Sanz conta com a produção de Julio Reyes Copello (com quem o artista já trabalhou no álbum “La Musica No Se Toca”, em 2012), Alonso Pérez (músico que acompanha Alejandro desde 1997) e do próprio artista. Gravado entre março e outubro de 2018, no Art House Studios e no Mow Studios em Miami, o single inclui um arranjo de cordas escrito por Julio Reyes e Alfonso Pérez, interpretado pela The City of Prage Phillamornic Orchestra – uma das melhores orquestras do mundo. Alfonso Pérez toca o violão, Pérez e Reyes tocam piano e teclados e Larnell Lewis (Snarky Puppy) toca bateria.

No Tengo Nada ainda conta com a mixagem de som de Trevor Muzzy (Lady Gaga, J.Lo, Jason Derulo) e masterização de Gene Grimaldi (da Oasis Mastering).

O videoclipe que acompanha o single é obra do diretor Jaume de Laiguana. No momento de escolher quem seria o responsável pela parte visual do vídeo, Alejandro Sanz deixou claro que seria o fotógrafo, artista e diretor catalão. Desde seu primeiro encontro profissional, em No Es Lo Mismo (2003), a conexão artística de Sanz e Laiguana deu luz a momentos mágicos, com o entendimento entre os dois artistas, que falam a mesma linguagem emocional.

Filmado em Miami, o vídeo de No Tengo Nada apresenta uma fotografia única, com uma estética próxima dos enquadros cinematográficos de Hitchcock e, em suas cores, demonstra uma influência do realismo urbano norte-americano em seus personagens, que escapam ao desvanecimento da mesma forma calma dos quadros de Hopper. Laiguana retrata o amor com uma forma poética poderosa e peculiar, que se distancia do tradicionalismo que normalmente se associa ao sentimento.

O vídeo mostra-se como um tributo à necessidade que as pessoas têm de receber um abraço. Na nossa solidão cotidiana, estamos sempre olhando para a frente e não para os lados; todos nós precisamos de algo tão simples e sensível como um diário. A produção já conta com dez milhões de views.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui