Operação apreende R$ 50 mil de quadrilha ligada ao PCC no Sul de MG

0
Denúncia. Uma das maiores organizações criminosas do país, o PCC atua em 22 Estados, com ênfase em SP

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco – Varginha), deflagrou nesta segunda-feira, (3), no Sul de Minas, a operação “Desata nó”.

O objetivo da ação é desmantelar organização criminosa ligada ao PCC envolvida em tráfico de drogas e lavagem de dinheiro em Minas e em São Paulo.

Com o auxílio da Polícia Militar, estão sendo cumpridos 18 mandados de prisão preventiva e 12 mandados de busca e apreensão. Outras 21 pessoas já haviam sido presas em flagrante no decorrer das investigações.

Também já foram apreendidos 41,7 kg de maconha, 7,kg de cocaína, 30 buchas de maconha, 59 papelotes de cocaína, 13 pedras de crack, uma arma de fogo, quatro veículos e uma motocicleta.

Nesta segunda (3), foram apreendidos mais 9kg de maconha, 700g de cocaína, uma submetralhadora, um revólver, munições, celulares, dois veículos e uma motocicleta. Foram expedidos ainda nove mandados de busca e apreensão de veículos utilizados para o tráfico. Foram sequestrados da organização R$ 50 mil.

Em função do envolvimento ativo com os crimes apurados, um advogado da organização e um estagiário de Direito também foram presos

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui