Mãe que matou filha de 2 anos em Capelinha (MG) ‘se irritava com carinho da filha com o pai’

0

De acordo com relatos de uma pessoa próxima da família de G.M.S., de 30 anos, que amordaçou e matou sua filha de 2 anos e 7 meses na noite de ontem (25) em Capelinha, a jovem tinha comportamento agressivo e parecia se “irritar muito com o carinho da filha com o pai da criança”.

Segundo ela, a jovem se envolveu com um homem casado, que hoje tem cerca de 50 anos com quem teve duas crianças. Em dezembro de 2017, o homem então resolveu romper o relacionamento com a amante e reatar o relacionamento com a esposa.

Ainda segundo ela, há cerca de um mês, G.M.S. e o pai haviam feito um acordo para o pagamento de pensão e alimentos. No entanto, o pai sempre ajudou financeiramente a cuidar das crianças.

“Ouvi um relato de que ela já chegou a quebrar coisas da casa”, disse a fonte, que também afirmou que a jovem não aceitava o fim do relacionamento com o pai das crianças e que vivia importunando a família.

Polícia Civil acompanha o caso

A Polícia Militar informou na manhã de hoje que uma equipe de investigadores da Polícia Civil, que passaram a acompanhar o caso in loco desde a comunicação da morte em situação suspeita.

Ainda de acordo com a polícia, a outra filha tinha por volta de um ano de idade.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui