Após morte de policial, PM reforça cuidados com o coronavírus para militares

0
Desde o início da pandemia, em março, os policiais mineiros recebem máscaras e álcool 70%

A Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) emitiu um comunicado nesta segunda-feira (22) destinado aos seus servidores quanto aos cuidados a serem tomados com a pandemia de coronavírus. Medida foi tomada dois dias após a confirmação da primeira morte pela doença na corporação – trata-se do 3º sargento Edvander Rodrigues Ramos, de 49 anos, lotado em Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Conforme a PMMG, o próximo mês é considerado crítico. “De acordo com especialistas, os próximos 30 dias serão muito difíceis, com possibilidade de piora acentuada do cenário de contaminação  com o coronavírus. Concito a todos a redobrarem os cuidados com a higiene pessoal e a dos espaços de trabalho e residências”, informa.

“Orientem seus familiares e amigos sobre as formas de contágio: contato com secreções expelidas por tosse e espirro. Cuidem da higiene das mãos, das solas de sapatos, das sacolas de supermercados e das embalagens. Mantenham o uso das máscaras. Lembrem-se: a nossa família é nosso maior patrimônio! Vamos juntos vencer esse vírus”, completa.

O informe é assinado pelo comandante-geral da PMMG, coronel Rodrigo Sousa Rodrigues.

Prevenção contra a Covid-19

Após um teste confirmar que o militar foi contaminado pela doença, a PM garantiu que tomou todas as medidas sanitárias necessárias no batalhão que a vítima trabalhava para evitar a propagação da Covid-19 em outros servidores. Um das ações foi a higienização de todo o espaço. 

Desde o início da pandemia, em março, os policiais mineiros recebem máscaras e álcool 70%. “Além disso, há divulgação constante para toda a tropa de vídeos com orientações a respeito da higienização não só da viatura policial, mas também da assepsia de todo fardamento dos militares”, enfatiza a nota.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui