Kalil culpa ‘minoria irresponsável’ por fechamento de comércio em BH

0
De acordo com o prefeito, cidade já teve 129 mortes em decorrência da Covid-19

Em entrevista ao canal de televisão Globonews na noite deste domingo (28), o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PBH), disse que a responsabilidade pelo fechamento das atividades não essenciais na cidade não é do seu governo, mas das pessoas que não se cuidaram com relação à pandemia de coronavírus.

“A culpa não é do comércio, a culpa não é da prefeitura e a culpa não é do Estado. A culpa é do vírus. E todo mundo fala muito pouco nisso. (…) Todo mundo quer abrir, quer que a cidade ande. Quem não quer mais que nós prefeitos?” questionou.

O mandatário culpou a chamada “minoria irresponsável” pelo recuo quanto à reabertura das atividades. “Nós tivemos uma oportunidade mal aproveitada pela população. Porque falamos que abrir não era passear. Muita gente foi passear, muita gente foi sem máscara. Infelizmente, acontece isso. Aquele que tem responsabilidade, empatia e consciência paga o preço por essa minoria irresponsável”, afirmou.

De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela prefeitura, na última sexta-feira (26), BH tem 5.195 casos confirmados de coronavírus e 121 mortes em razão da doença. Porém, durante a entrevista, Kalil chegou a afirmar que esse número já subiu para 129.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui