Rapaz usa casa abandonada para estuprar menina de 14 anos e acaba preso em flagrante

0
Ocorrência foi registrada na Delegacia Participativa de Presidente Prudente — Foto: Valmir Custódio/G1

Um rapaz, de 19 anos, foi preso em flagrante suspeito de estuprar uma adolescente, de 14 anos, nesta segunda-feira (15), em Presidente Prudente.

De acordo com o Boletim de Ocorrência, os policiais faziam patrulhamento de rotina, quando na Vila São Jorge, efetuaram vistoria em uma casa abandonada, onde usuários de drogas costumam frequentar.

No local, a equipe encontrou três pessoas dormindo em um mesmo cômodo, sendo que a adolescente estava no mesmo colchão que o suspeito e os dois estavam nus. Em outro colchão estava a outra pessoa.

Ao ser indagados pelos policiais sobre o que estava acontecendo na casa, a adolescente disse que havia conhecido o rapaz na noite anterior e ido dormir naquele local com sua amiga, pois não tinham onde dormir, pois tinham vindo de outra cidade.

A adolescente ainda contou à polícia que o rapaz havia obrigado ela a manter relação sexual com ele, mediante violência e contra sua vontade.

Conforme a ocorrência, a amiga da adolescente, que também foi encontrada na casa, contou que havia ido dormir no local porque não tinha onde passar a noite e que ela também teria mantido relação sexual com outro rapaz, que já não estava mais ali. Ela ainda relatou que ouviu o suspeito gritar com a adolescente, dizendo que queria ter relação sexual com ela.

A adolescente, segundo o boletim, contou a amiga que o rapaz havia apertado seu pescoço até que ela consentisse a relação sexual.

Ao ser questionado, o suspeito contou à polícia que conheceu as moças no dia anterior e teria convidados-as para dormir em uma obra que ele estava ficando. Ele ainda confirmou que teve relação sexual com a adolescente, mas alegou que ela teria concordado.

Diante dos depoimentos e das lesões no pescoço da adolescente constatadas pela polícia, o rapaz foi preso em flagrante e levado à Delegacia Participativa da Polícia Civil.

Na delegacia, todos foram ouvidos novamente e mantiveram a mesma versão dos fatos apresentada inicialmente.

O rapaz foi preso em flagrante por estupro, sem ser arbitrado pagamento de fiança, permanecendo à disposição da Justiça.

O Boletim de Ocorrência foi registrado com base no artigo 213 do Código Penal que trata sobre “constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso”. Também considera a qualificadora do Parágrafo 1º que dispõe que “se da conduta resulta lesão corporal de natureza grave ou se a vítima é menor de 18 (dezoito) ou maior de 14 (catorze) anos”.

A vítima foi encaminhada ao Instituto Médico Legal (IML) para ser submetida a exame de corpo de delito. A genitora da adolescente foi chama e conscientizada dos fatos.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui