Sampaoli vê no Galo chance de ‘destronar’ Jorge Jesus após desafio no Santos

0
Jorge Sampaoli estreia no comando do Atlético contra o Villa, neste sábado

O presidente do Santos, José Carlos Peres, deu uma declaração polêmica nos últimos dias envolvendo o treinador do Atlético, Jorge Sampaoli. Em entrevista aos canais Fox Sports, o mandatário afirmou que o técnico não quis seguir no Peixe porque esperava, dentre outros motivos, a saída de Jorge Jesus do Flamengo. Com isso, o argentino estaria pleiteando o comando técnico do time rubro-negro.

Se Sampaoli queria ou não treinar o Flamengo, isso só o próprio argentino pode confirmar. Fato é que, em seu segundo ano no Brasil, o treinador terá a missão de mais uma vez desafiar Jorge Jesus. O português tinha vínculo até maio, mas renovou com o Flamengo após uma temporada espetacular com títulos do Brasileiro e da Libertadores.

No campeonato nacional, o Santos de Sampaoli foi o segundo colocado. Apesar da larga diferença entre as equipes, com 90 pontos do Flamengo e 74 do Peixe, o time paulista chamou a atenção pela organização da equipe comandada pelo argentino.

O Flamengo no ano passado atingiu a maior pontuação de um campeão brasileiro na era dos pontos corridos. O trabalho de Jesus foi muito diferenciado de qualquer outra equipe. Excluindo o supercampeão do português, o Santos de Sampaoli se destacou dentre os demais. 

Para se ter uma noção, mesmo vice-campeão, o time paulista fez uma pontuação com Sampaoli maior do que três times fizeram em outras quatro edições dos pontos corridos para serem campeões: Corinthians (71 pontos em 2011 e 72 pontos em 2017), Fluminense (71 pontos em 2010) e Flamengo (67 pontos em 2009).

Sampaoli, em sua primeira experiência no Brasil, conseguiu colocar em campo uma equipe com um jogo ofensivo e interessante de se ver. O técnico, inclusive, já chegou a dizer que quer repetir a boa sintonia que teve no Santos, mas em seu trabalho no Atlético. Com um elenco sem grandes nomes, o argentino conseguiu extrair o melhor de seus atletas no Peixe.

Com elenco e treinador mantidos, o Flamengo dispara como favorito ao título brasileiro mais uma vez. No entanto, a expectativa do Atlético é de frear um jejum que dura quase cinco décadas. O primeiro e único título do clube no Brasileiro até então foi a conquista de 1971.

Se Sampaoli teve atritos com o presidente do Santos, inclusive com uma saída indigesta pelos lados do Peixe, o presidente Sérgio Sette Câmara tem dado muito espaço para os desejos do treinador. O clube já contratou cinco atletas só durante a pandemia, investindo quase R$ 50 milhões. 

Enquanto Sette Câmara quer encerrar seu triênio com pelo menos uma conquista, Sampaoli quer ser campeão brasileiro e deve, mais uma vez, ‘brigar’ com Jorge Jesus para conseguir no Galo o que não conseguiu no Santos.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui