Corpo de Bombeiros resgata três aves feridas por linha chilena no final de semana em Juiz de Fora

0
Corpo de Bombeiros de Juiz de Fora resgate três aves feridas por linha chilena durante fim de semana — Foto: MG1/Reprodução

O Corpo de Bombeiros de Juiz de Fora resgatou três aves com ferimentos feitos por linha chilena, somente no último fim de semana de julho.

De acordo com apuração do MG1, os animais eram um gavião-melânico, uma coruja orelhuda e uma gralha azul. O resgate foi feito após os Bombeiros receberem denúncias, por meio do número 193.

De acordo com o o Tenente Marcelo Holladery, do Corpo de Bombeiros, a maioria das aves apresentava ferimento nas asas ou nas patas.

“Elas receberam os primeiros socorros da clínica veterinária responsável pelo atendimento dos animais resgatados pelos Bombeiros, e apresentam boa recuperação.”

Ainda de acordo com o MG1, outras quatro aves foram recolhidas com lesões semelhantes durante o mês de junho.

Proibido por lei

Segundo o militar, a venda e a utilização do equipamento, muito comum para soltar pipa, é proibida pela Lei Estadual Nº 23515, de 20 de dezembro de 2019. A linha causa dano tecidual considerável, pode provocar hemorragia e, até mesmo, o óbito do animal atingido.

Holladery também alerta sobre o fato de que a linha chilena não trazer perigos apenas aos animais. Segundo ele, o Corpo de Bombeiros realiza diversos resgates de pessoas machucadas pelo material.

“Nós sempre verificamos que esse acidente geralmente acontece com motociclistas, já que essa linha é difícil de ser visualizada”, ressalta.

A denúncia de animais feridos deve ser feita ao Corpo de Bombeiros por meio do número 193.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui