Homem com Covid-19 morre após fugir de hospital em MG alegando insatisfação

0
Homem alegou estar insatisfeito com tratamento recebido na unidade de saúde de Patos de Minas

Insatisfeito com o tratamento recebido, um homem diagnosticado com a Covid-19 decidiu fugir do Hospital Vera Cruz em Patos de Minas, no Alto Paranaíba, na madrugada dessa quarta-feira (8). Ligações para o 190 denunciaram a fuga à polícia que conseguiu encontrar o paciente. Um irmão dele ajudou os militares a convencê-lo a retornar à unidade de saúde. Apesar dele ter sido novamente recebido no hospital, o homem de 63 anos não resistiu à piora do quadro de saúde e morreu ainda nessa quarta-feira, segundo a Polícia Civil.

A fuga aconteceu, de acordo com informações recebidas pela Polícia Militar, porque o homem estaria insatisfeito com o tratamento recebido no Hospital Vera Cruz e com a própria unidade de saúde. Com as características do suspeito, os militares conseguiram encontrá-lo caminhando nas proximidades. Quando a abordagem aconteceu o homem de 63 anos passeava às margens da lagoa da Rodoviária de Patos de Minas. Um irmão dele compareceu no endereço onde a polícia o encontrou e conseguiu convencê-lo a retornar para dar continuidade ao tratamento de Covid-19.

Questionada se ele seria submetido a uma investigação por descumprimento do artigo 132 do Código Penal Brasileiro que prevê pena de três meses a um ano para quem expõe a vida ou a saúde de outros a um perigo direto e iminente, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) declarou que um inquérito não será aberto porque o homem de 63 anos morreu ainda nessa quarta-feira (8). A reportagem de O TEMPO entrou em contato com o hospital onde a fuga aconteceu e aguarda retorno com outras informações sobre a ocorrência.

Situação

Balanço mais recente da Prefeitura Municipal de Patos de Minas, publicado nessa quarta-feira (8), indica que 676 moradores da cidade testaram positivo para a Covid-19. Cinquenta e dois deles estão internados neste momento, sendo que 18 recebem cuidados em leitos de Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs). Atualmente, o município soma sete óbitos causados pelo coronavírus. Outras quatro mortes estão sob análise. Levantamento da própria prefeitura, atualizado pela última vez na terça-feira (7), aponta que não há mais leitos de UTI ou clínicos disponíveis para pacientes com Covid-19.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui