Homem perde pênis por infecção, e médicos reconstroem novo, 5cm maior, no braço

0

Após perder o pênis em 2014, quando sofreu complicações de uma inflamação aguda, o mecânico britânico Malcolm MacDonald, de 45 anos, conseguiu restaurar o membro. O órgão, inclusive, veio com uma “vantagem”, a pedido do próprio homem: é cinco centímetros maior do que o anterior. 

Provisoriamente, o pênis foi instalado no braço de MacDonald. As informações são do jornal britânico “The Sun”, que o entrevistou com exclusividade (leia a íntegra aqui)

 

O médico que fez o tratamento para a construção de um novo pênis retirou parte do tecido do antebraço esquerdo dele e parte de uma veia da perna direita e formou o órgão com vasos sanguíneos e nervos funcionais. Há também uma uretra recriada e dois tubos dentro do órgão que inflam com uma bomba manual para que ocorra a ereção – para quando o órgão for reimplantando.

A remoção do pênis do braço de MacDonald e recolocação em seu devido lugar estava programada para o início deste ano, mas a pandemia atrapalhou os planos dos médicos – a previsão é que ela ocorra até o fim do ano. O procedimento custou 50 mil libras esterlinas e foi custeado pelo United Kingdom National Health Service (NHS), que é equivalente ao SUS do Reino Unido. 

“É claro que é loucura ter um pênis no braço. Nem eu estou acostumado com a situação, mas quando você pensa sobre isso é, na realidade, incrível. Só de terem consigo reconstruir o pênis já é inacreditável”, contou o homem ao “The Sun”. Os cirurgiões escolheram o braço para a construção do novo pênis devido à qualidade e sensação da pele.

MacDonald apelidou o membro de “Jimmy” e espera que ele seja a esperança para que, um dia, volte a ter uma vida normal. “É o primeiro passo para que eu consiga ir normalmente ao banheiro, ou até chegar às intimidades com algúem”, continuou. 

Ele, que é pai de dois filhos e separado, também relembrou os momentos após a perda do órgão: “Por dois anos depois de perder meu pênis, senti a sombra de um homem. Minha vida realmente desmoronou porque eu não tinha autoconfiança. Bebi demais. Não vi familiares e amigos – só não queria ter que enfrentar isso”, relatou. “Não ter um pênis foi horrível. É o pior medo da maioria dos homens. Nunca me preocupei com sexo, porque já tinha dois filhos. Sempre foi mais sobre minha autoconfiança e coisas simples, como usar o banheiro”, contou ao jornal britânico.

Conhecido como “o mestre do pênis”, o responsável pelo procedimento é o professor da London’s University College Hospital e especialista em reconstrução peniana David Ralph. Anteriormente, o médico havia criado um “pênis biônico” para Andrew Wardle, um rapaz que nasceu sem o membro.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui