Acusado de matar ex-companheira na frente dos filhos é condenado 24 anos em Varginha, MG

0
Ana Caroline tinha 24 anos e foi morta na frente dos filhos em Varginha (MG) — Foto: Reprodução/EPTV

O homem acusado de matar a ex-companheira a facadas em frente aos filhos em Varginha (MG) em 2019 foi condenado nesta terça-feira (25) a 24 anos de prisão em regime fechado. Luciano Eduardo Inácio foi condenado pelo crime de homicídio triplamente qualificado, por feminicídio, uso de meio cruel, e por ter dificultado a defesa da vítima, além de cometer o crime na frente dos filhos. As informações foram confirmadas ao G1 pelo advogado da família da vítima, Mailso Paiva Martins.

O júri popular teve início na manhã desta terça-feira (25). O julgamento ocorreu no Salão da Faculdade de Direito de Varginha (Fadiva).

Luciano era acusado de matar a ex-companheira, Ane Caroline Anselmo Silva, a facadas na frente dos filhos em abril de 2019. O julgamento, que começou às 8h, foi encerrado na noite desta terça-feira.

A princípio, o júri popular estava marcado para maio deste ano, mas por causa da pandemia, foi transferido.

O Crime

No dia 15 de abril de 2019, Ana Caroline Anselmo da Silva, na época com 24 anos, tinha ido à padaria e foi rendida pelo ex-companheiro quando chegava em casa, no bairro Vila Mendes.

A mulher foi esfaqueada na frente dos dois filhos do casal, um menino de 5 e uma menina de apenas 1 ano e meio. Segundo a polícia, eles tiveram um relacionamento de oito anos e chegaram a morar juntos por três meses, mas o homem não aceitava o fim do relacionamento.

Ele chegou a ficar foragido, mas se entregou à polícia e confessou o crime.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui